Acre tem déficit de mais de 2.500 vagas no sistema prisional

Faltam mais de 2,6 mil vagas no sistema penitenciário acreano, uma das mais altas proporções do país, mesmo com o governo investindo o possível no setor. Mas o número de presos aumenta além da capacidade dos presídios. A situação pode se agravar com a decisão do STF de conceder indenização a presos que cumprirem pena em celas superlotadas e condições degradantes.