Governo Dilma tem dia D na 1ª batalha do impeachment

Dilma

A Comissão Especial do impeachment da Câmara dos Deputados tem hoje um dia decisivo, o primeiro de uma semana agitada pelos acontecimentos que poderão levar ao afastamento da presidente Dilma Rousseff da Presidência da República. Dos 65 titulares da Comissão Especial do impeachment da Câmara, que deve votar hoje seu parecer, 35 declaram ser favoráveis ao afastamento da presidente Dilma Rousseff, segundo o Placar do Impeachment do jornal “O Estado de S. Paulo”. O colegiado formou maioria a favor do processo na quinta-feira, 7, com a mudança de posicionamento do deputado Paulo Maluf (PP-SP).

O parecer deo relator, Jovair Arantes (PTB-GO), diz que a denúncia contra a presidente detém “todas as condições jurídicas e políticas” para ser aceita. Do total de titulares da comissão, 20 deputados se dizem contra o afastamento de Dilma, 8 estão indecisos e 2 não quiseram responder. Até as 20h50 de ontem, o placar registrava 290 votos a favor do impeachment e 115 contra. Havia, ainda, 61 indecisos e 47 no grupo dos que não quiseram responder.

Após 12 horas de discussão, a comissão do impeachment encerrou às 4h43 da madrugada de sábado, 9, o primeiro debate sobre o parecer deArantes. A discussão será retomada hoje, quando ocorrerá a votação do parecer. Depois da análise pelo colegiado, o relatório seguirá para votação no plenário da Câmara.