Tião Viana mostra recibo e nega irregularidades

 A única causa apontada para a investigação contra o governador acreano Tião Viana seria um depósito de R$ 300 mil em sua campanha para o governo em 2010. Entretanto, o próprio governador divulgou o extrato do depósito da quantia, feito pela empresa IESA óleo e Gás na conta única da campanha e ainda o recibo assinada pela então coordenadora financeira do comitê Flora Valadares Coelho enviado à empresa, cumprindo todos os requisitos da legislação eleitoral.

Tião Viana declarou que não teme qualquer investigação, que a doação foi legal, declarada, que suas contas de campanha foram aprovadas e que nunca sonegou a informação, que é publica e consta de sua prestação de contas á Justiça Eleitoral, devidamente aprovada. Para o governador, será mais um episódio em que poderá mostrar sua mais completa inocência e mais uma vez com a chancela da Justiça. O governador entrou com medida judicial contra Paulo Roberto Costa, a quem afirma não conhecer, nunca ter tido qualquer tipo de contato. A área jurídica do PT considera que a doação declarada de boa fé mostra que não há nada irregular no recebimento, que seguiu todos os trâmites legais.

copia da granna