Veja a situação dos principais rios do Estado do Acre

GUR_9529-262x175

Rio Acre

O Rio Acre, em Rio Branco, registrou na manhã desta quarta-feira, 18, a marca de 8,88 metros.

A medição realizada pela Defesa Civil Municipal apontou uma redução de 50 centímetros, nas últimas 24 horas, no nível do manancial.

O plano de contingência para controle de enchentes da capital foi apresentado pela prefeitura e pelo governo do Estado e passa a entrar em prática quando o manancial atingir a cota de 12 metros. Contudo, a cota de alerta é de 13,50 metros e a de transbordamento, de 14 metros.

De acordo com a Defesa Civil, a previsão para os próximos dias é de chuva moderada. Igarapés e áreas de risco também estão sendo monitoradas em Rio Branco.

Envira

O grande volume de chuva resultou na elevação do nível do Rio Envira, em Feijó, que registrou a cota de 11,30 metros nesta manhã.

No município, o manancial ainda segue dentro da normalidade. Sua cota de alerta é de 13,50 e de transbordamento, de 14 metros.

Tarauacá

Em Tarauacá, o rio que recebe o mesmo nome do município apresentou na manhã desta quarta-feira, 18, uma redução de 10 centímetros, nas últimas 24 horas, e registrou a marca de 9 metros, segundo medição realizada pelo Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBM/AC).

O Rio Tarauacá ultrapassou sua cota de alerta, que é de 8,50 metros. Até o momento, nenhuma família foi removida de área de risco. Sua cota de transbordamento é de 9,50 metros. O monitoramento continua sendo realizado.

Juruá

Já em Cruzeiro do Sul, o nível do Rio Juruá se manteve estável nas últimas 24 horas e apresentou a marca de 13,10 metros, de acordo com o monitoramento realizado pelo Corpo de Bombeiros.

O manancial está acima da sua cota de transbordamento, que é de 13 metros. Até o momento, quatro famílias, dos bairros Lagoa e Várzea, foram removidas por terem suas residências atingidas pelas águas. Todas foram atendidas pelo aluguel social.