Acre perdeu mais de 2,5 mil vagas de emprego em 2016

O Acre contabilizou a perda de mais de 2,5 mil empregos com carteira assinada durante o ano passado, segundo levantamento feito pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho. Somente em dezembro, o estado perdeu 642 postos de trabalho, representando uma queda de 0,79%.

destaque-350754-carteira-de-trabalho

O Caged apontou que, no mês passado, o Acre registrou a admissão de 1.320 pessoas nos mais variados setores. No entanto, no mesmo período, houve o desligamento de 1.962 trabalhadores. Apesar do desempenho, o estado acreano foi o terceiro com menor perda nos postos de trabalho.

A construção civil é o setor que mais teve queda, com uma variação negativa de 4,31%. Em seguida, de acordo com o cadastro, aparecem a agropecuária e a indústria de transformação, com reduções de 2,96% e 1,91%, respectivamente.

Como em meses anteriores, Rio Branco foi a cidade que teve as maiores perdas, com o fechamento de 366 vagas em dezembro. Na lista municipal, Tarauacá e Cruzeiro do Sul também foram destaque, conforme o Caged, tendo quedas de 113 e 37 postos.

Brasil
Em dezembro, o país registrou o fechamento de 462.366 vagas de emprego – uma variação relativa negativa de 1,19% em relação ao mês anterior. Todos os estados do país tiveram diminuições na quantidade de postos de trabalho. São Paulo foi o local que sofreu maiores danos, houve o fechamento de 159.280 empregos. Com informações G1.