No Acre, 10 mil eleitores podem perder o titulo

titulo-625x415

Quem deixou de votar e de justificar a ausência nas urnas precisa procurar o cartório eleitoral mais perto de casa até o dia 2 de maio. Depois dessa data, se continuar com a situação irregular, o eleitor terá o título cancelado.

No Acre, quase 10 mil títulos correm o risco de cancelamento. A maioria é de Rio Branco, que soma 5.275 títulos, seguido de Cruzeiro do Sul, com 1.071 pendências. Entre os dias 2 e 31 de março, apenas 92 eleitores do total dos faltosos regularizaram a situação.

Em Roraima, 4.993 eleitores devem comparecer a um Cartório Eleitoral para regularizar a situação. A maioria deles – 3.600 – reside na capital Boa Vista. Já no Amapá, o Tribunal Regional Eleitoral calcula que mais de 8,3 mil eleitores estejam na lista de ausentes. Só em Macapá, o número chega a 5.400.

O município de Oiapoque tem a segunda posição na lista, com 912 eleitores pendentes.