Cunha entrega à PGR anexos para acordo de delação premiada

Depois de ter rascunhado mais de cem anexos para o acordo de delação premiada que pretende fechar com a Operação Lava Jato, o ex-deputado Eduardo Cunha, enfim, entregou os resumos para a Procuradoria-Geral da República (PGR).

Wilson Dias/Agência Brasi

Segundo informações do jornal Valor Econômico, ele espera, agora, um posicionamento dos investigadores da força-tarefa.

As revelações de Cunha devem envolver diretamente o presidente Michel Temer, os ministros Moreira Franco (Secretaria Geral) e Eliseu Padilha (Casa Civil) e o senador Romero Jucá (PMDB-RR).

O ex-deputado segue preso no Complexo Médico-Penal de Pinhais, em Curitiba (PR), acusado nos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.