ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Polícia estoura fortaleza do crime Apreende cinco armas e explosivo

Uma residência da Ria Joaquim Macedo, na divisa dos bairros Placas e São Francisco, na parte alta da capital servia de Quartel-General para o crime organizado em Rio Branco. Equipada com um sofisticado sistema de circuito fechado e de modernas câmeras, a fortaleza foi estourada na manhã de ontem quando de uma ação de policiais do 5º BPM(Vitória) e o Batalhão de Operações Especias (BOPE). No final foram apreendidas cinco armas, munições de diversos calibres, coletes á prova de balas e até explosivos. Duas mulheres e dois homens foram presos e apresentados na Delegacia de Flagrante. “Foi um dos maiores golpes ao crime organizado na capital. Vamos fechar ainda mais o cerco” disse o Secretário de Segurança Pública Emilson Farias, ao falar á respeito.

Foto: Selmo Melo

De acordo com o Tenente Farias tudo começou quando policiais militares desconfiaram que várias pessoas que saiam em um carro de uma casa á Rua Joaquim Macedo, na divisa dos bairros Placas e Não Francisco. Na abordagem estes saíram correndo, e chegou até ocorrer uma troca de tiros. O cerco foi fechado ocorrendo ás prisões das mulheres A.K.B.S.(35) e I.B.G. (24), além de M.A.M.L (24), que seria natural do Matogrosso e A.D.O. (21).

Foto: Reprodução

Nas buscas realizadas no imóvel cercado de câmeras de segurança os policiais apreenderam cinco armas de fogo, sendo uma escopeta 26, uma 22, uma carabina calibre 30 e duas pistolas ponto 40, as três últimas de uso exclusivo das forças de segurança. Foram apreendidos ainda três coletes balísticos, sendo um deles pertencente á Polícia Civil do Estado do Matogrosso, explosivos com detonadores e várias munições. Os quatro presos foram apresentados na DEFLA e autuados em flagrante de acordo com a lei. A polícia acredita que o grupo seja o responsável pela explosão de dois caixas eletrônicos do Supermercado Val Querendo no mês de julho.

Selmo Melo