Estado do Acre reduz em 58% mortes no trânsito

O Estado do Acre reduziu de 64 para 27 o número de mortes no trânsito entre abril de 2012 e 2017. Este resultado mantém a meta de redução das Organizações das Nações Unidas (ONU), que tem como objetivo diminuir em 50% os acidentes em todo o mundo durante o período compreendido entre 2011 a 2020.

Foto: Reprodução

Com a redução de 58% das mortes no trânsito, o Estado do Acre conseguiu alcançar a meta estipulada pela organização antes mesmo do prazo de 10 anos. A conquista se dá por meio das campanhas realizadas pelo Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran-AC). O levantamento realizado pelo Detran analisa o período de 12 meses, que compreende entre maio de um ano e abril do ano seguinte.

O trabalho de conscientização dos condutores somado com a sinalização das vias e a fiscalização de trânsito têm surtido efeitos positivos no estado e os números apresentados pelo departamento são os principais indicadores.

Abordagens de orientação comportamental nas vias, apresentação de peças teatrais e palestras são algumas das atividades realizadas pela equipe de Educação do Detran. No mês de setembro, em Rio Branco e Senador Guiomard mais de 22.700 pessoas foram alcançadas por atividades educacionais do Departamento.

 O diretor geral do Detran, Pedro Luís Longo, relata que a Segurança de Trânsito está associada a três fatores: engenharia de trânsito, educação e a fiscalização de trânsito. “A soma desses fatores tem propiciado que a gente consiga bons resultados”, relata.

A Educação de Trânsito é uma das prioridades da atual gestão do órgão. Dentro dos trabalhos de conscientização, o Detran realiza ações dentro de escolas, voltadas para os futuros condutores, e também dentro de empresas, para motoristas e servidores do setor de transportes.

 Em 2017, mais de 300 mil pessoas foram alcançadas com ações educativas no Estado, por meio de atividades diversas voltadas para todas as faixas etárias, com a intenção de mudar a cultura da desobediência às leis de trânsito e promover a cima de tudo o respeito à vida.

Para o final do ano, campanhas serão veiculadas nas mídias com o destaque da necessidade de uma cautela especial no trânsito nesse período de festividades, que tem aglomerações e o consumo de bebidas, de acordo com o diretor do Detran.

Além ainda do trabalho de fiscalização nas ruas, com o intuito de somar no combate aos acidentes. “Sem fiscalização muitas vezes vocês não consegue encontrar determinados resultados”, relata Pedro.

 Educação de trânsito

 A Coordenadoria de Educação de Trânsito do Detran/AC, atua como agente transformador no trânsito, contribuindo para a disseminação de informações que permitam a mudança na conduta de pedestres, passageiros, ciclistas, motociclistas e demais condutores, potencializando a educação e a cidadania a fim de que colaborem para um trânsito seguro, humanizado e que preserve a vida.

 Por meio do projeto Jovem Aprendiz do Trânsito, o Detran contemplou alunos de Ensino Médio com o curso de formação teórico para obtenção da primeira Carteira de Habilitação. Foram 200 alunos de Cruzeiro do Sul e vai concluir uma turma de 100 alunos em Rio Branco ainda este ano.

Engenharia de Trânsito

 Este ano, a Coordenação de Estatística e Engenharia do Detran já executou 78% das metas previstas para 2017. Com a implantação de 3.300 m² de sinalização horizontal e a implantação de 764 placas de sinalização vertical, atendendo aos municípios de Acrelândia, Brasiléia, Cruzeiro do Sul, Epitaciolândia, Feijó, Mâncio Lima, Plácido de Castro, Rodrigues Alves, Sena Madureira e Rio Branco.

Natan Peres