Presídio federal será construído em 2018 no Estado do Acre

O governo do estado corre contra o tempo,  para assegurar os recursos no orçamento da União do próximo ano,  que permita viabilizar a construção de um novo presídio federal no Acre.  Por enquanto, o Instituto de Terra do Acre (Iteracre) busca localizar o local apropriado, onde será erguido a unidade prisional, mas ainda não foi definido se será na zona rural do município de Rio Branco (Capital do Estado), em Senador Guiomard, Bujari ou Porto Acre.

Em contrapartida, o projeto arquitetônico ficou sob a responsabilidade da equipe técnica da Secretaria Estadual de Obras (SEOSP) que trabalha para entregar a planta, antes da votação da Lei Orçamentária Anual (Loa), pelo Congresso Nacional .   A  obra estimada em torno de R$ 45 milhões, deverá contar com 12 mil metros quadrados, com capacidade de abrigar pelo menos 120 detentos.

Durante o Encontro dos Governadores sediado no Acre, o governador Tião Viana,  revelou que o presidente da República,  Michel Temer garantiu apoio para  a construção de mais um unidade prisional no estado. Caberá ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen), ligado ao Ministério da Justiça (MJ) dar o aval para a aquisição do terreno escolhido para a construção do presídio federal.  A assessoria da Secretaria Estadual de Segurança Pública  (SESP) informou que o local escolhido será desapropriado, mas caberá chegar a um entendimento com o dono da área e com o gestor municipal

Depois dos massacres patrocinados pelas facções criminosas que atuam nas unidades prisionais, o Depen anunciou a construção de cinco unidades prisionais nos estados da região Norte. Apenas o estado de Rondônia conta com uma unidade prisional com capacidade de abrigar 120 presos de alta periculosidade.

Cezar Negreiros