ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Idaf intensifica ação contra a febre aftosa na fronteira com a Bolívia

Atualmente o Acre tem um rebanho com aproximadamente 3 milhões de cabeças de gado. Para manter todo esse bovídeo livre de doenças, iniciou neste mês a 38 º campanha de vacinação contra a febre aftosa em todas as regiões.

Foto: Cedida

Paralelo a isso, o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf) está intensificando o Plano de Ação Ativa Contra a Febre Aftosa nos Bovídeos das Propriedades de Fronteira com a Bolívia.

De acordo com o diretor-presidente do órgão, Ronaldo Queiroz a campanha é voltada para todos os municípios acreanos, mas está sendo intensificada nas localidades fronteiriças.

“Estamos intensificando as vigilâncias ativas dos animas, dessas localidades, principalmente onde o proprietário tem rebanho tanto do lado brasileiro quanto boliviano, porque não sabemos como é as condições de vacina desses animais na Bolívia” explica.

O plano de ação tem como objetivo fortalecer a vigilância ativa em território acreano na faixa de fronteira, visando evitar ingresso irregular de bovídeos. “As visitas nos dão a garantia que o criador da fronteira vai vacinar o rebanho dele”, ressalta Queiroz.

A inspeção será realizada em 10 propriedades de Assis Brasil, 54 de Brasileia, 50 de Epitaciolândia e 26 de Xapuri. Além dessas, mais 20 fazendas de Capixaba, 52 de Plácido de Castro e 71 de Acrelândia.

O gerente de Defesa Sanitária do Idaf, Mário Cesar explica que na prática, a equipe composta por veterinários, técnicos agropecuários e peões estão se deslocando até os pecuaristas para “fazer avaliações clínicas das patas, da boca e das línguas dos animais, para tentar identificar possíveis lesões sugestivas da doença e também verificar se a vacina foi feita em todo o rebanho”.

Atendimento nos municípios Isolados

A execução das ações bem como o período de vacinação do gado é até o dia 30 do mês corrente. Ronaldo Queiroz, explica que além das regiões fronteiriças os municípios de Porto Walter, Marechal Thaumaturgo, Jordão e Santa Rosa também estão recebendo de perto esse apoio.

Outra região contemplada pela campanha é Tarauacá, de acordo com o presidente do Idaf a ideia é que algumas propriedades, que estão em zona de difícil acesso, também sejam atendidas ainda este ano. “Em locais distantes, já estamos com uma equipe que foi de barco para realizar o serviço de controle e inspeção”, diz Queiroz.

A campanha é uma realização do Idaf em parceria com o Fundo de Desenvolvimento de Pecuária do Estado do Acre (Fundepec). “Estamos atuando na defesa animal da nossa região e trabalhando para que nosso rebanho continue livre de doenças”, ressalta Alcides Rocha, presidente do órgão.