Temer recebe Evo Morales, aliado de Lula e Dilma

Michel Temer se encontra, nesta terça-feira (5), no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), com o presidente da Bolívia, Evo Morales, após dois adiamentos, em decorrência das cirurgias feitas pelo peemedebista, nas últimas semanas.

Marcos Corrêa / Divulgação

Hoje, Temer e Morales terão reunião que também contará com a participação de ministros dos dois países, e assumirão compromissos conjuntos, segundo informações do Ministério das Relações Exteriores.

Ainda segundo a pasta, o Brasil é o maior parceiro comercial da Bolívia, sendo o principal destino das exportações do país (19%). Em 2016, diz o Itamaraty, o comércio bilateral registrou US$ 2,8 bilhões.

Golpe

Aliado dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, Morales usou suas redes sociais para criticar o processo de impeachment da petista. “Irmã presidenta, sentimos a mesma indignação que você e seu povo diante do golpe do Congresso e da Justiça”, atacou.

O presidente boliviano também afirmou, à época, que o objetivo do “injusto” processo era “expulsar os pobres, os negros e as mulheres” do poder, conforme lembra o portal G1.