Após desistir de candidatura, Huck faz aceno a Marina

O apresentador de TV Luciano Huck declarou à Folha que pesou em sua dresoluçãode não disputar a Presidência o escrutínio público. Nesta terça-feira alegou: “É bastante violento”.

Eduardo/FolhadeSãoPaulo

Perguntado se apoiaria Geraldo Alckmin votação de 2018, Huck o elogiou, mas mencionou espontaneamente Marina Silva .

O apresentador é um dos homenageados do acontecimento Brasileiros do Ano, da revista “Istoé”, em São Paulo.

Folha – Declararam que sua desistência de se candidatar foi estratégica para depois voltar.

Luciano Huck – Não, não. Fui super transparente no que escrevi. É o que de fato eu acredito neste momento. Vou e desejo participar desse momento de renovação. Deixei isso claríssimo. Conectado aos movimentos cívicos, podendo mostrar que a gente deve tratar a política como uma coisa importante. A gente formou quadros importantes para todo o setor privado e a gente esqueceu de formar bons quadros para a política. Então eu acho que a gente deve tratar a política com P maiúsculo no sentido de realmente seduzir do lado positivo que novas cabeças se aproximem e que a gente tenha orgulho da nossa classe política no futuro.

Por outro lado, maia – Ele não é um político de freguesia, como o baixo clero, mas não é um político que, no parlamento, tenha uma liderança ideológica no extenso sentido do termo. Ele tem uma liderança pessoal. Por isso ele precisa ter diálogo com o clero todo. Como o Fernando Henrique, ele não dialoga, se ele estiver lá em cima. A condição de médio clero permite a ele dialogar pra cima e pra baixo.Maia – Eu me sinto uma figura híbrida. Louco, em raríssimos momentos. Sonâmbulo, quase sempre. Acordo cinco horas da manhã, leio meus jornais, e faço minha seleção. Tenho três e-mails, recebo muita coisa. Meu trabalho como vereador é inteiramente sonâmbulo. Só suprimo o absurdo. Em cerca de 95% dos projetos de lei que exibo, dos requerimentos, simplesmente utilização o fluxo que chegou.Maia – Ele não é um político de freguesia, como o baixo clero, mas não é um político que, no parlamento, tenha uma liderança ideológica no extenso sentido do termo. Ele tem uma liderança pessoal. Por isso ele precisa ter diálogo com o clero todo. Como o Fernando Henrique, ele não dialoga, se ele estiver lá em cima. A condição de médio clero permite a ele dialogar pra cima e pra baixo.Sem Lula , com Henrique Meirelles – Em %

Faz 1 mês, depois de posar em fotografias ao lado do apresentador de TV Luciano Huck durante a campanha presidencial de 2014 uma eventual candidatura de Huck em a presidência de a República r representariaa falência de a política, o senador Aécio Neves havia declarado em este fim de semana que ” “, em o domingo 12 de novembro.Tudo menciona que Alckmin vai ser o candidato do PSDB. Você pondera apoiá-lo?

Acho que a situação está bastante indefinida ainda. Acho que o Alckmin, na presidência do PSDB e pelo jeito que ele se posicionou, acho que possivelmente será o candidato do PSDB, acho que é uma alternativa boa de centro, como acho que a Marina também é uma boa alternativa. Acho que a gente deve esperar. Por inacreditável que pareça, está bastante perto e bastante longe ao mesmo tempo.

Sim e não. A gente está tão machucado em relação à política no Brasil como cidadão e como ijornalismo que a tendência natural é você tentar desconstruir a identidade das pessoas ao invés de tentar construir as virtudes. Para quem não está nesse universo, é bastante violento. Não que isso tenha sido fator determinante na resolução, mas com certeza nenhuma passa por isso também.