ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Superior Tribunal Militar divulga edital com 42 vagas e salários de até R$ 11 mil

Já foi publicado o edital do novo concurso do STM (Superior Tribunal Militar) para contratação de técnicos e analistas judiciários. A seleção preencherá 42 vagas, além de formar cadastro reserva (CR). Do total de ofertas, sete são destinadas a negros e três a pessoas com deficiência.

Serão selecionados profissionais com ensino médio para a função de técnico judiciário nas áreas administrativa (27 postos) e apoio especializado – programação (3). A remuneração inicial é de R$ 6.708,53.

As ofertas para analista no concurso do STM pagam R$ 11.006,83 e podem ser disputadas por candidatos com nível superior. Há oportunidades nas seguintes áreas: administrativa (1), judiciária (5) e apoio especializado nas especialidades de análise de sistemas (1), contabilidade (1), engenharia civil (1), estatística (1), revisão de texto (1) e serviço social (1).

As oportunidades têm lotação distribuída entre Brasília/DF, Rio de Janeiro/RJ, São Paulo/SP, Campo Grande/MS, Bagé/RS, Juiz de Fora/MG, Curitiba/PR, Recife/PE e Manaus/AM.

Como se inscrever

As inscrições abrem em 27 de dezembro e vão até 15 de janeiro, com taxas de R$ 75 para técnico e R$ 86 para analista.

O processo seletivo é organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe/UnB). A ficha para cadastro deverá ser preenchida por meio do site www.cespe.unb.br.

Prova

Prevista para 4 de março, a prova trará 120 perguntas de múltipla escolha sobre conhecimentos básicos e específicos para todas as vagas, além de cobrar a elaboração de uma redação com até 30 linhas apenas para analista.

O exame ocorrerá em todas as capitais do país, bem como nos municípios de Juiz de Fora/MG, Santa Maria/RS e Bagé/RS. A convocação para a prova, contendo informações sobre locais e horários de aplicação, será divulgada a partir de 23 de fevereiro, na página da banca na internet.

De acordo com o edital, o concurso do STM terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da Corte.