ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Governo garante pagamento do salário de dezembro dos servidores do Estado

Em coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira, 27, na Casa Civil, o governador Tião Viana anunciou o envio da folha de pagamento referente aos salários de dezembro de todos os servidores públicos estaduais para ordem bancária já nesta quinta-feira, 28 de dezembro.

O governador afirmou que, após um esforço de quatro meses junto com sua equipe econômica, o Estado inseriu R$ 654 milhões apenas nos últimos 30 dias, garantindo os salários dos servidores estaduais referentes aos pagamentos de novembro, 13º e dezembro, todos integralmente e em dia, cumprindo o calendário proposto no início do ano.

“Os servidores públicos são o motor do desenvolvimento do Estado. Eles são responsáveis pelo fomento, pela organização, pela política de incentivo e a visão de desenvolvimento regional. E esses pagamentos demonstram um esforço que vocês estão vendo a dificuldade Brasil afora e o que isso significa para o comércio, a economia e a dignidade dos servidores”, afirmou o governador Tião Viana.

Os pagamentos aos servidores em dia são alguns dos elementos que refletem na posição do Acre como segundo lugar no ranking de equilíbrio fiscal do país, alcançando pelo quarto ano consecutivo a nota “B” na avaliação, que examina a estabilidade das contas públicas. O rating (notas de crédito) confirma a solidez e a eficiência da gestão do governo de Tião Viana, pois, de acordo com os novos critérios do Tesouro, apenas os estados que recebem nota “A” ou “B” têm acesso a empréstimos da União.

Expectativas para 2018

Aproveitando para falar das expectativas para 2018, o governador Tião Viana lembrou que o orçamento do Estado aprovado para o próximo ano é de R$ 6,6 bilhões, com um acréscimo de R$ 1 bilhão em relação ao ano anterior.

“A meta do nosso governo para o ano que vem é consolidar os investimentos para uma economia de cadeia diversificada, a consolidação da indústria no Acre, do plantio, da criação de animais, todo o arranjo que temos no fortalecimento do comércio e, ao mesmo tempo, entregar um governo sem dívidas do nosso exercício, com investimento em caixa e com capacidade de crédito. Vamos fazer o impossível para honrar isso”, ressaltou o governador.