Segurança desarticula organizações criminosas com operações simultâneas no Alto Acre e Purus

Nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira, 8, a Segurança Pública do Acre, por meio da Polícia Civil, dava início a duas operações simultâneas, com o intuito de cumprir mandados de busca e apreensão, além de prisões. Na região do Alto Acre a Operação Fronteira, e nas cidades de Sena Madureira e Manoel Urbano a Operação Purus desarticularam organizações criminosas com a prisão de suspeitos de práticas de crimes que impactam diretamente a paz social.

Em Manoel Urbano, distante 220 quilômetros da capital, oito pessoas foram presas por envolvimento em organizações e associação ao tráfico de drogas.

Já a Operação Fronteira teve como alvo as cidades de Brasileia, Epitaciolândia e Assis Brasil e contou com a coordenação de três delegados, apoio de 20 viaturas e 80 agentes de polícia. Até o momento, foram cumpridos 11 mandados na região, os quais se somam às mais de 40 prisões realizadas pela Polícia Civil em todo o estado no início desta semana durante a Operação Repatriar.

Com as operações, que devem ser intensificadas nos próximos dias no Acre, principalmente durante o Carnaval, as forças de segurança garantem a retirada de circulação de ativos criminais, como drogas, dinheiro e veículos oriundos de crimes cometidos contra a sociedade.

“Conseguimos colocar à disposição da operação 80 policiais civis com o intuito de combater o crime organizado e o tráfico de drogas, além de suprir uma lacuna deixada pela União, que acaba não fazendo o seu trabalho necessário de fronteira. A Polícia Civil enquanto força de segurança estadual está cumprindo seu papel”, comenta o delegado Nilton Boscaro.

Além de tráfico de drogas e de armas, crimes como tentativas de homicídio e outras investigações também são alvo das operações. O secretário de Estado de Segurança Pública do Acre, Emylson Farias enfatiza: “Nós estamos trabalhando. Tenho dito que esse é o caminhar, essa é a nossa forma de trabalhar. As polícias estão nas ruas em vários pontos do estado promovendo o enfrentamento firme no combate ao crime organizado”.