ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

No Acre só 31,8% da renda é de fonte de trabalho

No Acre 31,8% da população tinham algum rendimento mensal em 2017. Isso coloca o Estado em ultimo lugar entre os da Região Norte. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua, divulgada pelo IBGE.

De acordo com o IBGE, 17,7 milhões de pessoas residentes no Norte em 2017; 9,2 milhões (52,6%) possuíam algum tipo de rendimento. Em Tocantins, 57,7% de população residente tinha algum tipo de rendimentos. Em Rondônia, (57,4%). No Pará, o percentual era de 52,8%; em Roraima (52,6%), no Acre (50,5%), em Amapá (48,7%).

A flutuação de um ano para outro é frequente. Mas, é significativa principalmente que num ambiente de recuperação econômica, uma Unidade da Federação apresenta aumento da população com rendimento. De 2016 para 2017, a Região Norte e os Estados do Acre, Pará e Tocantins experimentaram crescimento. Por outro lado, Rondônia, Amazonas, Roraima e Amapá apresentaram queda, sendo a mais significativa a de Roraima com -1,8 pontos percentuais.