ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Chuvas no devem continuar acima da média no Acre

As chuvas ainda devem continuar acima da média nos próximos meses, por conta da influência do fenômeno La Niña que tem atuado sobre o estado do Acre, segundo informações do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam). Nos três primeiros meses tem chovido muito acima do considerado normal para o período.

De acordo com o Sipam, os dados registrados na estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), localizada na Embrapa, mostram que as chuvas ficaram acima da média nos meses de janeiro e fevereiro. Já março, a média ficou dentro do considerado normal: 297 mm.

O período mais intenso de chuva já começou a regredir, mas em abril ainda deve chover acima do considerado normal, apesar do enfraquecimento do fenômeno La Niña. A previsão para maio e junho ainda é de chuva.

Os dados do Sipam mostram ainda que durante os três primeiros meses deste ano, a maior precipitação registrada em 24 horas foi de 117 mm, no dia 4 de janeiro de 2018, o que representou mais de 35% para o que era esperado para o mês inteiro.

Já para o período de seca, o prognóstico é que também seja mais intenso, no entanto, ainda não é possível prever de que forma, pois os estudos e previsões ainda não foram concluídos, informa o Sipam.