Polícia boliviana recambia foragido da justiça acreana

Na manhã de sexta-feira (13/04), a parceria internacional da Equipe de Policiais Especializados da 1ª UNESFRON  mantida com Forças Policiais da Bolívia, resultou que Policiais da UNESFRON receberam contato da Fuerza Especial de Luta contra em Crime (FELCC), Policia Boliviana de Guayaramerin-Beni-Bolivia, relatando que Anderson dos Santos, que anteriormente houvera se identificado indevidamente como sendo Agnaldo José da Costa por meios de uma CNH falsa e desmascarado pela UNESFRON juntamente com a suspeita de sua participação no roubo a taxista em Nova Mamoré (fato este investigado pela Polícia Civil), fora absolvido das acusações que lhe recaíam em território boliviano e que este seria extraditado para o Brasil e que as autoridades internacionais mantiveram contato com a unidade de fronteira para realizar a condução de Anderson para o Brasil.

Os Policiais da UNESFRON em pesquisa  constataram a existência de mandado de prisão expedida pela 1ª Vara Única de Epitaciolândia/AC em desfavor de Anderson, e nesta sexta-feira (13)á por volta das 16h a equipe da UNESFRON recebeu contato da Polícia Boliviana para se deslocaram ao Porto Oficial onde seria entregue em solo brasileiro a pessoa de Anderson preventivado pela justiça acreana e o segundo suspeito de participar do assalto ao taxista de Nova Mamoré que ocorreu no dia 03 de Março de 2018, na BR 425.

O assalto ao taxista aconteceu na noite de sábado (03 de Março), na BR – Isaac Bennesby (BR 425), próximo a uma fazenda  na altura do Taquara, onde elementos fortemente armados renderam um taxista de Nova Mamoré e  fizeram seus passageiros de refém e roubaram o táxi, além dos objetos pessoais e dinheiro do taxista e dos dois passageiros que vinham com ele.

O assalto resultou no fechamento da BR 425 no dia 05 de Março, onde taxistas protestavam por falta de segurança na região e no dia 06 de Março de 2018 a Policia Boliviana recuperou o veiculo  táxi roubado e entregou em solo brasileiro e no dia 07 de Março a Policia Boliviana entregou no Porto oficial o primeiro suspeito de participar do assalto, Juvino S. P, que foi preso.

A reportagem do Portal Guajará, apurou que Anderson foi conduzido até a Polícia Federal a quem esclareceu os fatos que motivaram a prisão no país vizinho e apontando ainda a existência de mandado de prisão em seu desfavor oriundo da justiça acreana onde é acusado de homicídio. A Polícia Federal conduziu o foragido ao Presídio Local, onde ficará a disposição da Policia Civil, onde será interrogado sobre a suspeita de participação no assalto ao taxista de Nova Mamoré, e também ficará a disposição da justiça acreana. A parceria internacional da UNESFRON com a Polícia Boliviana já resultou em recuperação de veículos roubados e fugitivos capturados e entregues em solo brasileiro. Com informações portalguajara.