Grafite Feminino é destaque no Encontro de Grafiteiros

Como parte da programação do Encontro Internacional de Grafiteiros, o RB  Graffiti promovido pela prefeitura de Rio Branco, governo do Estado e Coletivo de Artes Urbanas Acreano (Caua), foi realizado neste sábado, um workshop para mulheres, que querem aprender ou se especializar na arte do grafite. As aulas teóricas e práticas foram ministradas na Casa Rosa Mulher pela grafiteira Chermie Ferreira, que ministra oficinas em várias partes do Brasil.

Chermie ficou satisfeita com o evento voltado para as mulheres e cita que não há diferença entre os traços masculinos e femininos no grafite “ porque a arte não tem gênero”. Ela elogia o apoio institucional da prefeitura e governo do Estado, na promoção do evento, que reúne mais de 80 artistas acreanos, de outros estados e países, como Peru, Nicarágua, Colômbia, Chile, Equador, Itália, Bolívia e Brasil –, que deixam sua arte em vários pontos da cidade, como Rua da África e pilastras da quarta ponte. “ Esse estado do Norte, o Acre, dá lição em estados do Sul e Sudeste porque aqui tanto governo quanto a prefeitura de Rio Branco, dão suporte necessário para a divulgação e fortalecimento da arte do grafite”.

Na parte teórica do evento, um pouco da história do grafite e técnicas. E no muro da casa Rosa Mulher, elas colocaram em prática o que aprenderam. A produtora cultural Lídia Sales, diz que já fez alguns grafites, e que no workshop, teve a chance de aprender a arte com uma profissional gabaritada. “Quero reproduzir, multiplicar o que aprendi aqui e manter esse movimento vivo no meio das mulheres aqui em Rio Branco”.

Para a secretária Adjunta da Mulher de Rio Branco, Lidiane Cabral, o evento, empodera as mulheres usuárias dos serviços da casa Rosa Mulher e as demais, “ que por meio da arte, poderão expressar sentimentos, beleza e também a resistência ao machismo e outros desafios”.

O tema do Encontro Internacional de Grafiteiros deste ano é “Plantando Cores, Colhendo Ideias”.

Da Assessoria

Fotos Assis Lima/DECOM