Suspeitos de envolvimento em chacina são transferidos para Brasiléia

Chegou na tarde dessa quarta-feira, dia 11, chegaram na cidade delegacia de Brasiléia, dois dos suspeitos de estarem envolvidos na chacina ocorrida no início do mês, na pequena cidade de Assis Brasil, distante 330km da capital acreana, na noite do dia 2 de julho.

O crime que chocou a pequena cidade, resultou na morte de quatro pessoas e deixou cinco feridos. As vítimas que estava em uma casa no Bairro Bela Vista, foram surpreendidos por cerca de cinco indivíduos encapuzados, de coletes e se passaram por policiais.

Segundo relatos, as vítimas foram colocados de joelhos e baleados na cabeça, para em seguida fugir tomando rumo ignorado. A partir do dia seguinte, a equipe da Polícia Civil, em conjunto com  policiais peruanos, iniciaram as investigações para identificar e prender os suspeitos.

Nesta semana, com o intenso trabalho no lado peruano, dois dos procurados foram localizados próximo ao município de Puerto Maldonado. Ruslan Rodrigues de Lima (27), vulgo ‘Gringo’ e José Oliveira do Couto (30), foram detidos e teriam dito que estavam envolvidos na chacina, mas, teriam negado na delegacia.

Apesar de dizer que estaria no lado peruano apenas trabalhando, foi descoberto que Ruslan tinha em seu desfavor, um mandado de prisão em aberto por homicídio qualificado. Outros envolvidos estão sendo procurados, o delegado que responde pelo caso, Karlesso Nespoli, iria ouvir os acusados e o caso está nas mãos das Justiça. O Alto Acre.