ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Governo reforça Segurança com novos equipamentos

Durante solenidade realizada em frente ao Comando-Geral da Polícia Militar do Acre (PMAC) nesta quinta-feira, 26, o governo fez a entrega de equipamentos de uso operacional às polícias Militar e Civil do Acre.

Ao todo, os equipamentos representam um investimento de cerca de R$ 2 milhões e visam fortalecer as ações de combate à criminalidade. As armas e demais itens de proteção individual são fruto do convênio que o Estado possui há quase uma década com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), em contrapartida ao envio de militares do Acre para atuação na Força Nacional, em especial durante as Olimpíadas de 2016, quando o Acre enviou 220 homens para compor as tropas federais no Rio de Janeiro.

Coletes e capacetes balísticos, 164 carabinas calibre 556 e 62 pistolas .40 foram entregues, além de uma viatura para a mediação de conflitos que será utilizada pelo Projeto Pacificar da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

De acordo com o governador Tião Viana, essa é mais uma demonstração de que o Acre, permanentemente, se prepara para a luta contra o crime e que as forças policiais trabalham de forma integrada. “Estamos dando o máximo de nós, apesar de que infelizmente as fronteiras continuam abertas para a passagem do narcotráfico e do tráfico de armas, e isso é uma obrigação constitucional da União que não faz a sua parte”, disse.

Representando a Polícia Civil, o secretário adjunto Josemar Portes frisou: “Esse é um momento de enaltecermos o que vem sendo feito por esse governo, em reconhecimento ao legado de trabalho e esforço empenhado por parte das forças de segurança desse estado”.

O comandante-geral da PMAC, coronel Marcos Kinpara, completou: “Sabemos que existe o crime, mas não podemos deixar de reconhecer que as polícias estão nas ruas dia e noite e não irão recuar nunca dessa luta”.

Valorização da política salarial
Durante a solenidade, Tião Viana relembrou que ao assumir a gestão do Acre, a ordem anual de pagamento da Segurança Pública era de R$ 165 milhões. Este ano, só a folha de pessoal deve ser fechada em R$ 507 milhões.

O secretário de Segurança Pública Vanderlei Thomas aproveitou para destacar uma importante conquista recente: três projetos de lei aprovados pela Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), que devem ser sancionados pelo governo nos próximos dias. São eles o soldão, o banco de horas e a alteração da lei de reconvocação. Todos beneficiam diretamente profissionais de carreiras militares do Estado.

“Temos buscado o máximo no sentido de valorizar os nossos militares, de modo que tenham segurança jurídica de seus direitos. Graças a esse esforço e respeito às categorias, nossos profissionais policiais e bombeiros têm hoje a quarta melhor remuneração salarial do Brasil”, destacou Thomas.