Acre tem o 4º m² mais caro da construção do País em julho, diz IBGE

O custo médio do metro quadrado (m²) da construção no Acre registrado em julho de 2018 foi o mais caro da Região Norte, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mês passado, o valor do m² foi de R$ 1.195,87, segundo dados do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (Sinapi), divulgados pelo IBGE nessa quarta-feira (8).

Os números do IBGE apontam que em julho o custo médio do m² da construção no Acre foi também o 4º maior do Brasil. O estado do Sergipe, onde o custo médio ficou em R$ 953,13, teve o m² mais barato do País.

Na região Norte, o Acre apresentou o m² mais caro no mês de julho: R$ 1.195,87, alta de R$ 155,41 em relação à média do Amazonas que é o 10º mais barato no país e o primeiro do Norte.

Nos últimos doze meses, segundo o IBGE, o custo médio do m² da construção no Acre subiu 3,63%, aumentando de R$ 1.152,36 em agosto de 2017 para os atuais R$ 1.195,87, registrados na última atualização do Sinapi, de julho deste ano.

Sob impacto de reajuste previsto em convenção coletiva, o Paraná, com 1,94%, apresentou a maior variação mensal entre os estados. Seguido por Acre (1,80%) e Mato Grosso do Sul (1,66%), que tiveram acordos coletivos assinados. Nos estados do Maranhão e Sergipe também foram observados reajustes nas categorias profissionais.