ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Governador paga hoje R$ 257 milhões de salários de outubro

O governo do Estado mantém o compromisso que assumiu com o funcionalismo desde que assumiu e, com o salário referente a outubro depositado hoje Acre completa 94 meses de salários pagos em dia em sete anos da gestão de Tião Viana, sem contar os 13° destes anos, também pagos regularmente. É uma situação a ser comemorada, em plena crise econômica, lavando=se em conta que nove unidades da federação estão com salários dos servidores atrasados ou parcelados. São eles: Amapá, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Roraima, Sergipe e Tocantins.

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Entretanto, a partir de seu compromisso com os servidores, o governo do Acre injetou novamente. Este mês, com os pagamentos aos servidores públicos cerca de R$ 257 milhões na economia local, fruto da seriedade das políticas de governo e da gestão e controle de recursos.

O governo do estado afirma que perdeu, só nos últimos 50 dias, cerca de R$ 70 milhões no repasse do Fundo de Participação do Estado (FPE). O valor foi muito abaixo do esperado. Apesar disso, o estado mantém há 20 anos com o pagamento em dia dos salários dos servidores ativos e benefícios dos aposentados e pensionistas do Estado, mesmo com a severa redução de repasses federais da União nos últimos sete anos. Isso apesar dos repasses não concretizados representarem, só no últimos quatro anos. de R$ 1,2 bilhão. E só a previdência do Estado causa um déficit de R$ 40 milhões mensalmente.

Ainda assim, o governador Tião Viana proporcionou aumentos de salários para a maioria das categorias de servidores e a realização dos maiores concursos públicos do Estado, com destaque para contração de professores e técnicos da saúde, além do andamento de um concurso para contração de 500 novos policiais civis e militares.

Entretanto, com o corte de repasses federais no final da gestão, o governo está tomando medidas administrativas necessárias para encerrar o mandato dentro da normalidade e em obediência à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Ações estão sendo finalizadas, com secretarias e cargos de livre nomeação sendo liberados para repassar à equipe do governador eleito, sem afetar a entrega de obras estratégicas, que seguem com recursos garantidos. São essas obras a finalização do Hospital Regional do Alto Acre, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cruzeiro do Sul, a nova etapa do Complexo Estadual de Neurocirurgias, Traumatologia e Reabilitação e a verticalização do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) nas próximas semanas.

Também estão garantidos que os serviços básicos de saúde, educação e segurança pública não irão ser afetados durante a transição.

Segundo o porta-voz do governo, Leonildo Rosas: “O governo da gestão de Tião Viana garante entregar o Estado com todas as contas em dia para a próxima gestão e com R$ 1,3 bilhão em caixa para investimentos”.