Motorista de Uber é sequestrado, foge, e denuncia cativeiro

Um motorista de Uber foi sequestrado por quatro homens armados após atender uma corrida na noite de domingo (9). O homem foi trancado no porta-malas de um carro, mas conseguiu fugir, pediu socorro à polícia e denunciou o local onde foi mantido em cativeiro em uma chácara no Ramal da Caixa Econômica, em Rio Branco.

Foto: Divulgação/PM-AC

No local, a polícia prendeu dois homens de 18 e 20 anos e apreendeu duas adolescentes de 14 e 16 anos. Conforme o 3º Batalhão da Polícia Militar (PM-AC), a chácara era usada como depósito de veículos roubados. Ao todo, dois carros e duas motocicletas foram recuperadas na casa. Um dos veículos recuperados estava com a placa trocada.

A vítima relatou à polícia que atendeu a corrida por volta de 16h de domingo e após ser rendida foi mantida em cativeiro até as 22h42 conseguiu fugir e acionar o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp).

Foto: Divulgação/PM-AC

Em nota a Uber lamentou o ocorrido. “Estamos aliviados que o motorista já esteja em segurança e lamentamos que parceiros sejam vítimas da violência urbana que permeia nossa sociedade. A Uber se coloca à disposição das autoridades para fornecer informações no curso da investigação, dentro dos termos da Lei”, informa.

Além dos veículos, os policiais também apreenderam uma máscara da séria La Casa de Papel, relógios, carteiras de identidade e um tablet. O caso foi encaminhado para Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca). Os envolvidos devem responder por roubo, receptação, associação criminosa, sequestro e cárcere privado. Informações G1