Coluna Bom Dia

Complicado

Foi muito complicado o dia de ontem para a política acreana; especialmente, sem trocadilho, um dia de cão para o PRB e seus parlamentares eleitos, o deputado federal Pastor Manoel Marcos e a deputada estadual reeleita Doutora Juliana, que foram presos em uma operação com mais de 100 policiais federais.

Cedo

Contando até com drones que sobrevoaram a cidade, os policiais federais começaram a se movimentar às 5 horas da manhã e esperaram a abertura da Assembleia Legislativa e da Câmara Municipal para uma verdadeira operação pente-fino em vários gabinetes. Os dois deputados foram detidos logo pela manhã.

Montante

O montante desviado pelos deputados, segundo a polícia, sacados na boca do caixa por meio de esquemas que a polícia federal aponta como espúrios, pode ter alcançado a quantia de R$ 1, 5 milhão. Muito dinheiro.

Arauto

O que mais espanta é que o deputado eleito Manoel Marcos se apresentava como o Arauto da ética, moralidade e dos princípios religiosos. Mesmo assim, estava sendo investigado há muito tempo e com muitas denúncias, já no seu mandato como vereador. Fomprovadas as denuncias, como fica a situação e a moral do pastor?

Desvios

Manoel Marcos já era acusado de desvios da verba de publicidade da Câmara Municipal, desvios em outras funções não era pessoa bem quista por vários setores que atuam no Parlamento Municipal.

Peixe

Por seu lado, a deputada Doutora Juliana já esteve envolvida na confusão do derrame de falsas carteiras de pescador artesanal no Acre, que permitia o recebimento de dinheiro pelo Seguro defeso, na época em que a pesca fica proibida.

Não acabou

Os policiais que foram à Assembleia Legislativa não restringiram suas buscas ao gabinete da deputada Doutora Juliana. Ao contrário, deixaram muito claro que novas ações podem acontecer a qualquer momento, ainda antes da diplomação marcada para o próximo dia 19. Alguns deputados estão apavorados.

HC

Um deputado estadual eleito teria procurado um advogado para pedir um habeas corpus preventivo que impedisse sua prisão, que ele julga iminente. O clima é de medo.

Acusações

Outros dois deputados denunciaram que estão tendo problemas com sua segurança pessoal. Um deles disse que o sistema de monitoramento por câmeras da frente de sua casa foi destruído. Outro revelou ter sido ameaçado de morte pelo filho de outro parlamentar.

Na prisão

Manuel Marcos ficará preso em cela comum, uma vez que não foi diplomado e não possui curso superior. A deputada Juliana, por ser advogada, ficará em separado, no que é chamado de sala de estado maior. Não será levada a uma cela. Mas nada impede a sua prisão, a imunidade não vale nesses casos.

Em baixa

Os comentários no meio político e no meio policial dizem que estão em baixa outros deputados eleitos, a saber Edvaldo Magalhães, Daniel Zen, Heitor Júnior, Calegário, Lourival Marques, Luiz Tchê, André da farmácia.

Em alta

A mesma fonte cita que estariam em alta pelo menos dois nomes o juiz Pedro Longo, e o ex-deputado Elson Santiago tudo isso além do candidato Tião Bocalom

Em tempo

Em tempo, pelo menos um senador também está na mira da investigação. A coluna não pode ainda revelar este nome, para não atrapalhar o esquema da polícia.

Depoimento

O governador Tião Viana foi ouvido e colaborou com prazer na apuração dos crimes. Postou em sua rede social a disposição de colaborar no que for possível, destacando que durante a campanha eleitoral ele próprio procurou a Polícia Federal por 5 vezes, para denúnciar compra de votos e outros atos irregulares.

Motivo

O governador foi ouvido por um motivo prosaico. Como parte de entendimentos políticos, ele havia nomeado dois indicados pelos parlamentares do PRB para cargos comissionados.  Hoje se soube que os que os dois estavam envolvidos no esquema, por atividades que nada têm a ver com seus cargos ocupados por um período no governo. O governo do estado não está envolvido na falcatrua

Bairros

A Polícia Federal esteve também em endereços ligados a deputada Juliana nos bairros São Francisco e Vitória, que são zonas de sua influência pessoal. O que se notou é que a PF estava há muito tempo investigando o esquema e tem tudo muito bem documentado.

Votação

Esta confusão acontece em uma semana decisiva para a Assembleia Legislativa. Deve entrar em votação o orçamento para o próximo ano e também deve ser enviada a proposta que está sendo trabalhada em conjunto pela equipe do atual e do Futuro governo sobre a reforma administrativa.

Esperança

A esperança era de que os dois projetos pudessem logo ser votados. A dúvida, é se, com tantas complicações acontecendo no Parlamento, haverá quorum.

Santinhos

A Operação Santinhos deixou muita gente de orelha em pé. Gente que praticou os mesmos crimes e ainda serelepe pelas ruas de Rio Branco comemorando uma vitória que pode ir para o ralo como a do vereador Manoel Marcos e da Dra. Juliana.

Força

A presença de mais de 100 policiais federais nas ruas de Rio Branco na Operação Santinhos mostra a força e a envergadura do caso. E, pelo jeito, não são apenas os parlamentares do PRB que devem colocar as barbas de molho.

Sítio

Dessa confusão toda salta aos olhos o tamanho do laranjal do PRB. Coisa de doido e, embora Operação de amador, muito bem estruturada e, pelo jeito, experiente na produção do suco com dinheiro público. uma vergonha para a Igreja Universal, berço do partido e dos dois parlamentares.

Quem I

A pergunta de meio milhão de reais, não sacáveis na boca do caixa, que todos faziam ontem era: quem vai assumir as vagas da Dra. Juliana e do pastor Manoel Marcos?

Quem II

Isso depende da decisão da justiça eleitoral. Se os dois perderem o mandato e forem preservados os votos – algo difícil uma vez que há provas robustas nos altos segundo os delegados, de compra de votos – assumem os suplentes André da Farmácia na Aleac e Raílson Correia na Câmara nos Deputados.

Quem III

Mas prevalecendo a tese de caixa dois, compra de votos, tudo isso com dinheiro desviado do fundo partidário e fundo eleitoral, a coisa muda completamente de figura.

Nomes

A coluna apurou que feitas as novas somatórias das sobras do Coeficiente Eleitoral – e é claro que os interessados que acompanham de perto, mas bem de longe, o caso – a vaga da Dra. Juliana ficaria com o juiz aposentado Pedro Longo (PDT) e a de Manoel Marcos muito provavelmente com o ex-prefeito Tião Bocalom.

Merece

Independentemente de quem assumiria, é fato que Tião Bocalom que obteve quase 22 mil votos, mais que merecia assumir o mandato. Já bateu na trave de ser eleito varias vezes. Seria uma boa hora para ter um cargo no parlamento, uma vez que votos teve, e de sobra, para ocupar o cargo.

Prefeitos

O prefeito de Sena Madureira Mazinho Serafim abriu mão de sua candidatura a presidente da AMAC e deve ser o vice da prefeita Socorro Neri, da capital, a quem passou a apoiar. Com esse acordo, é uma chapa Imbatível.

Força Tarefa

O Ministério Público está recebendo, também aqui no Acre, denúncias eventuais relativas a mulheres que possam ter sofrido assédio ou ataques do médium João de Deus. A medida se estende por todo o Brasil. Se alguém tiver alguma denúncia é só procurar o Ministério Público.

Luz

A ANEEL autorizou reajuste na conta de luz no Acre, primeiro efeito da privatização da Eletroacre. Para um consumidor Residencial, o aumento será de 19,20% por cento válido a partir de amanhã. Uma mordida e tanto.

Dinheiro

O Jornal Valor Econômico de ontem registrou que o BNDES abriu a possibilidade de financiamento da ordem de R$45 milhões para o Acre, para a construção de um presídio dentro do programa de parceria público-privada.

Liberado

O dinheiro só está disponível por agora, função de postulados da legislação eleitoral e da Lei de Responsabilidade fiscal que impede a liberação deste tipo de verba, nos 120 dias anteriores e posteriores à eleição ou seja, será uma grana para a segurança pública a disposição do próximo governo

Pressão

A equipe que está montando o projeto orçamentário do próximo Governo está sofrendo muita pressão por mais dinheiro para determinado poder. A cobrança vem sendo quase diária.

Visita

O governador Tião Viana recebeu ontem a visita de Dona Angelina, mãe do saudoso Governador Edmundo Pinto, que foi a seu gabinete agradecer a amizade e a consideração com que sua família sempre foi tratada pelo atual Governador. Um gesto de carinho com muito valor sentimental.