Coluna Bom Dia

O bicho pegou

O bicho pegou de vez na política acreana. Chega a ser vergonhosa a constatação de quantos políticos, de todas as ideologias, partidos, cargos, estão envolvidos em denúncias de falcatruas e que estão aprendendo a ver o sol nascer quadrado por ordem da Justiça. Tomara que isso seja o início de uma depuração política, em todos os setores da atividade pública.

Democrático

O principal caráter das operações desenvolvidas no Acre é a abrangência democrática. Políticos de todos os partidos aparecem envolvidos até o pescoço em escândalos variados, tendo como pano de fundo a corrupção e o mau uso do dinheiro público. Nesse aspecto, não entra ideologia ou posição política. Todos estão mancomunados com malfeitos.

Posição

A coluna sempre mantém a posição de dar o benefício justo da dúvida para todos os acusados, mas chega uma hora em que fica difícil afrontar as evidências. Neste caso da prefeitura de Senador Guiomard, as provas parecem ser robustas e vídeos e gravações são inquestionáveis.

Prefeito

O prefeito André Maia, que sempre se pôs na posição de vítima, perseguido por adversários políticos, está muito mal na fita. As evidências contra ele são brutais. Restam poucas dúvidas sobre seu envolvimento efetivo.

Sem direito

A coluna vai fazer uma afirmação polêmica. O prefeito André Maia não tinha o direito de errar, de fazer coisas erradas, se envolver com esquemas espúrios, uma vez que tinha em sua própria família um exemplo claro de que essas coisas não funcionam e de como são brutais as consequências de uma denúncia desse tipo.

Filho

André Maia é filho do ex-deputado João Maia, que encerrou sua carreira política no famoso escândalo da compra de votos para a reeleição de Fernando Henrique Cardoso. João Maia, que foi uma lenda viva do sindicalismo acreano, maculou sua vida e carreira com aquele episódio e, embora continuasse a ser respeitado por sua história, nunca mais foi eleito. Por isso, diante deste exemplo, seu filho não tinha o direito de errar.

Mensalinho

O interessante nessa história é que a corrupção tem dois lados. A existência de um mensalinho na prefeitura de Senador Guiomar mostra que havia gente disposta a comprar opiniões e posições e havia gente interessada em vender sua jonra. Estes últimos também são corruptos.

Sucessão

Se já estava difícil para o prefeito André Maia influir sobre sua sucessão, agora ele deve ser desmoralizado de vez. É carta fora do baralho.

Empresários

A operação desencadeada em Senador Guiomar mostrou também que é preciso um cuidado maior na questão das licitações, especialmente as que são realizadas por Pregão Eletrônico. Há várias formas de manipulação e a quantidade de empresas envolvidas em problemas naquele município mostra como o sistema é passível de fraudes. Isso merece um levantamento e um estudo à parte.

Capixaba

Ao mesmo tempo que Senador Guiomar explodiu, a Polícia Federal voltou novamente as atenções para Capixaba. O que se divulga é que os problemas detectados na prefeitura daquele município não pararam. A situação está muito grave para o Prefeito José Augusto.

Partidos

A rapa que a polícia federal está fazendo no Acre não está escolhendo partidos. Ainda bem. Estão envolvidos nos últimos meses políticos e autoridades do PT, MDB, PP, PSD, PRB e outras legendas. A esculhambação é geral e irrestrita.

Acompanhando

O PSD do prefeito André Maia não se pronunciou a respeito dos acontecimentos de ontem e vai aguardar os desdobramentos. André Maia já estava com relacionamento abalado com Senador Petecão e outras lideranças.

Residência

Uma evidência deste processo não pode passar despercebida. O prefeito André Maia foi preso em sua casa em um bairro tradicional de Rio Branco. Só isso já justificaria seu imediato afastamento do cargo. O prefeito é obrigado, por lei, a ter o domicílio no local em que exerce sua atividade política. E causa de inelegibilidade o domicílio eleitoral fora da área em que foi eleito.

Animado

Do jeito que a coisa caminha, não demorará e o Acre terá mais políticos presos do que líderes de Facção na cadeia.

Vem mais

A equipe da Polícia Federal continua no Acre e isso está sendo analisado como a possibilidade real de que novas operações e prisões possam continuar nos próximos dias. O clima está pesado nas áreas políticas da capital e do interior. Tudo pode acontecer até o dia 19, data da diplomação dos eleitos em outubro.

Acrelândia

O Ministério Público também está de olho no concurso público realizado no ano passado no município de Acrelândia. O prefeito Ederaldo Caetano deve ser chamado para dar explicações urgentes.

Chegou

Cruzeiro do Sul faz festa para recepcionar o Bispo dom Flávio Giovenale, que desembarcam na terça-feira naquele município. Dom Flávio rompe a tradição da diocese de ser gerida pelos padres espiritanos. O novo Bispo é da congregação Salesiana e tem experiência pastoral na Diocese de Santarém, que dirigiu por muitos anos.

Missa

A primeira missa celebrada pelo novo Bispo na catedral de Nossa Senhora da Glória está marcada para o próximo domingo. Dom Flávio tem um trabalho importante executado na área de educação.

Viagem

Dom Mosé Pontello, agora é bispo emérito, aposentado e já viajou para São Paulo, onde fixará a residência, depois de quase 20 anos na diocese de Cruzeiro do Sul.

Prêmio

O Governo do Acre conseguiu uma importante e significativa Vitória. Foi apontado como o grande vencedor do prêmio ODS Brasil. Com mil inscritos, o prêmio destaca os objetivos de desenvolvimento sustentável, uma coleção de 17 metas globais estabelecidas pela Aassembleia Geral das Nações Unidas.

Vitória

Entre os 10 trabalhos selecionados como finalistas este ano, O Acre emplacou três. A saber, o projeto REDD+, no sistema de incentivo ao serviço ambiental do carbono, o programa Mulher Cidadã e o programa de conservação e Recuperação de nascentes e matas ciliares da Bacia do Rio Acre

Vencedor

O grande vencedor foi o projeto REDD+, programa modelo de serviço de carbono, baseado na economia Florestal, no qual o Acre é referência Mundial. Muito importante este reconhecimento.

Despedida

Foi muito prestigiado o discurso de despedida do senador Gladson Cameli, feito ontem no plenário do Senado Federal. Oo governador eleito fez um balanço dos quatro anos de mandato e dos 12 anos de vida parlamentar e foi cumprimentado por vários colegas senadores.

Destaques

Gladson citou entre suas realizações no senado, o Projeto de Lei do Senado (PLS) n.º 245, de 2016, que tem o objetivo de colocar um fim ao abuso de bancos e de financeiras ao cobrar juros exorbitantes no cartão de crédito. Também citou o PLS da sua autoria que autoriza a criação de Áreas de Livre Comércio nos municípios de Brasileia e de Cruzeiro do Sul.

Cumprimentos

Gladson foi aparteado pelos senadores Dário Berger, de Santa  Catarina, Randolphe Rodrigues, do Amapá, Antonio Anastasia, de Minas Gerais, Cristóvam Buarque, de Brasília, por seu companheiro Sérgio Petecão, e pelo presidente do senado Eunício Oliveira.

Outra fase

 Hoje Gladson já é formalmente ex-senador e na próxima quarta-feira,19, será diplomado Governador pelo Tribunal Regional Eleitoral em solenidade no Teatro da Universidade Federal do Acre.

Ausência

Gladson tinha marcado vários compromissos no Estado nesta quinta-feira, mas precisou ficar em Brasília por conta de algumas agendas, entre as quais  reunião anual do Banco Mundial.

Reforma

Mas Gladson já aprovou a proposta encaminhada pela equipe de transição para ser votada na Assembleia Legislativa e que está em análise na Procuradoria do Estado.

Cortes

Os cortes na reforma são drásticos, mas necessários para equilibrar as contas do Estado. Dos atuais quatro mil cargos comissionados devem permanecer apenas 30%.

Confiança

A navalha também vai pegar pesado nas gratificações dos servidores de carreira. Atualmente há mais de oito mil funções de vários níveis. A partir da próxima gestão devem ficar pouco mais de mil e quinhentos.

Qualidade

A avaliação da equipe de transição é de que sem esses cortes o governo não tem como readequar os gastos da máquina pública e, principalmente, fazer investimentos visando o desenvolvimento do Estado.

Demais

Mas a ideia não agradou. A maioria dos políticos acha que o corte é drástico demais e vai criar problemas dentro da aliança de partidos que apoiam Gladson Cameli.

HUERB

O Governo do Estado entrega nova unidade no HUERB, que amplia sua capacidade de atendimento com 33 novos leitos. Nos próximos dias vai inaugurar também, naquele hospital, a nova UTI.

Escolas

O governador Tião Viana inaugurou também duas novas escolas na cidade do Povo. E entregou no mesmo local 650 certificados de qualificação profissional para integrantes da comunidade. As escolas são da melhor qualidade e completaram o legado Educacional do governo.

Alerta

Não é apenas Rio Branco. Outros 18 muncípios do Estado estão em Alerta para o risco de surtos de dengue, zika e Chikungunya. Todo cuidado é pouco.

Próximos

Afastando de vez qualquer boato de rompimento, o senador Petecão participou despedida de Gladson Cameli ontem, o Senado Federal, e em aparte elogiou o companheiro em clima de amizade e solidariedade. Mais um princípio de incêndio apagado no novo governo.