Arrocho no custeio da máquina pública

Ao dar posse ao secretariado e parte dos ocupantes de cargos nas indiretas, nesta quarta-feira, o governador Gladson Cameli deve anunciar uma série de medidas de contenção de gastos na máquina pública. Por meio de uma resolução, o governo deve suspender novas contratações no Executivo, além de corte nas despesas e contratos administrativos relativos à manutenção e locação de veículos, consultorias e assessoria jurídica e administrativa.
Será reduzida também a concessão de diárias, exceto aquelas destinadas à atividade de fiscalização e segurança pública, concessão de passagens aéreas, exceto as destinadas para tratamento de saúde fora do domicílio, além da concessão de suprimentos de fundos e empenhos de obras custeadas com a fonte do tesouro,
O objetivo, segundo uma fonte, é reduzir em pelo menos 25% os contratos administrativos relativos à locação de mão de obra terceirizada e locação de veículos de órgãos da segurança pública. Já para as operações planejadas, concessões de diárias destinadas à fiscalização e segurança pública, a redução será de 50%.