ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Prefeitura, Governo e Incra no debate da melhoria dos ramais

A capital tem 1.200 quilômetros de ramais, desse total apenas 300 quilômetros a prefeitura é obrigada a recuperar e construir pontes. O restante deveria ficar a cargo do Deracre e Incra, que não atendem as reivindicações dos produtores e sobra para a prefeitura fazer os serviços que garantem a trafegabilidade dessas estradas .

A prefeita de Rio Branco exige reunião urgente com o governo do estado para delimitar os ramais onde cada ente deve atuar. Além do ramal ainda tem as pontes, muitas estão próximas de cair e precisam de reformas urgentes.

A prefeita Socorro Neri, quer fechar parcerias com o Estado, e em caso de negativa ira estabelecer onde cada um deve atender. Com as fortes chuvas a maioria dos ramais está intrafegável e a cobrança dos produtores recai sobre a prefeitura. “Delimitando as áreas de cada um os produtores vão poder cobrar diretamente o Governo do Estado ou Incra, não dá para o município responder por uma obra que não é sua”, disse Neri.

Os prefeitos do interior estão atrás da mesma parceria. Milhares de famílias estão sem plantar porque não tem como escoar a produção. A prefeita de Brasiléia Fernanda Hassem, está com a lista pronta de ramais que é de responsabilidade do Governo do Estado e do Incra.

O governador Gladson Cameli, prometeu que vai sentar com os prefeitos e apresentará um plano de ação para os próximos 100 dias, e dentro desse programa está a melhoria de ramais.