ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Coluna Bom Dia

Encontro

O governador Gladson Cameli, depois de  anunciar ontem, oficialmente, o contingenciamento de 15% do orçamento do Estado e de apresentar a identidade visual de seu governo, se reuniu com representantes do Banco Mundial. Apresentou uma cópia de seu plano de governo e das medidas que pretende tomar nos primeiros 100 dias.

Conversa

Na conversa, Gladson voltou a enfatizar a necessidade de abrir o Acre para uma economia diversificada e apontou o agronegócio como o caminho mais prático. A conversa foi boa.

Política

Depois do encontro com o Banco Mundial, uma reunião não tão amena com os principais líderes de seu partido, o PP, com as principais lideranças no estado. Todos foram preparados para levar cobranças e, especialmente, indicações para cargos.

Pressão

O governador Gladson não escapou da pressão nem de seu próprio partido. Uma das maiores cobranças foi a insatisfação apresentada por algumas lideranças contra a indicação de Ney Amorim para coordenador político do governo. Especialmente o Deputado José Bestene se mostrou radicalmente contrário.

Saúde

Bestene também apresentou ao Governador um relatório sucinto do que classificou da caixa-preta da secretaria da Saúde, que está sendo aberta. E disse que os desmandos naquela pasta são estarrecedores.

Penduricalhos

Bestene relatou ao Governador que foram encontrados penduricalhos muito estranhos na folha de pagamento da secretaria, especialmente na ultra secreta e só recentemente descoberta folha de pagamento do pró-saúde

Pró-saúde

A folha de pagamento do pró-saúde, programa que já teve a recomendação para ser extinto, é feita por uma empresa especializada ao custo de R$ 100 mil por mês. Um absurdo Sem Explicação.

Plus

Bestene também relatou que havia nessa folha e em outros órgãos da Secretaria de Saúde um procedimento chamado Plus que, em inglês quero dizer mais, que poderia aumentar valores de salários e contratos em até 3 vezes. Para ele, um caso claro de desmando a ser enviado ao PC.

Pagamento

Ainda na saúde, Bestene explicou que a situação do atendimento é gravíssima. Não há dinheiro para contratação de profissionais especializados, sequer para compra de antibióticos para o pronto-socorro. Algumas medicações só podem ser usadas em ambiente hospitalar e estão em falta. A situação é muito grave.

Atenção

O deputado quer uma atenção redobrada e especial do governador para o setor de saúde, que segundo Bestene necessita de uma intervenção imediata para que volte a funcionar com um mínimo de condições de atender a população.

Confusão

O MDB ainda não resolveu se é governo, oposição, se está em cima do muro, o que quer e o que pedirá. Suas lideranças não se entendem, não falam a mesma linguagem e o partido é um verdadeiro jogo de capoeira, com rasteira para todo lado.

Grosso

Ontem, o ex-prefeito Vagner Sales falou rosso, ameaçou ir à justiça por um suposto direito do MDB de indicar cargos na mesa, o que não existe. Todos os deputados são iguais em direitos e deveres. A questão não é partidária, a eleição da mesa é individual.

Cargo

Vagner Sales quer o cargo de primeiro-secretário para o MDB e anuncia para todos que seu candidato é o deputado Roberto Duarte, mas lá no fundo do coração ele sabe que sua vontade mesmo é que o cargo acabe para sua esposa, a deputada Antônia Sales.

Não entra

Nessa confusão toda da eleição da Assembleia, todos os interessados jogam com a carta da oposição na mão. Tanto Roberto Duarte quanto Vagner Sales dizem que podem Se somar aos deputados da oposição para conquistar a maioria e derrotar o governo.

Posição

Os parlamentares  de oposição ao governo não caíram nessa armadilha. Soltaram nota ontem dizendo que vão voltar no Deputado Nicolau Junior para presidente da Assembleia e no Deputado Luiz Gonzaga, do PSDB, para a primeira secretaria. Não vão fazer o jogo dos insatisfeitos do governo como bois de piranha. Ao contrário. Pregam o direito do governo indicar esses nomes.

Antes e depois

A oposição não esquece que na Câmara Municipal o então Vereador Roberto Duarte foi um duro crítico do PT e seus aliados. Não vão fazer sala para ele na Assembleia.

Indócil

O prefeito de Sena, Mazinho Serafim continua indócil e quer que é o partido compre a sua briga. Acontece que o MDB briga tanto entre si que ninguém sabe o que pode sobrar para Mazinho e seus interesses

Alvoroço

Ontem, em Sena Madureira, houve o maior alvoroço, com a descoberta de uma reunião, no município, entre integrantes do ministério público e da polícia federal. A reunião ocorreu a portas fechadas, e nada vazou. Os boatos percorreram a cidade.

Indicado

Como quem não quer nada, o deputado estadual e líder do PDT, Luiz Tchê conseguiu indicar um representante, seu afilhado, para a diretoria da Agência Nacional de águas no estado.

Nome

Ainda no PDT, o deputado eleito Jesus Sérgio conseguiu emplacar um aliado na direção administrativa do Deracre. Tem gente nos partidos do governo faltando a arrancar os cabelos de raiva.

Previdência

O governador Gladson Cameli alinhou o Acre a mais oito Estados da Federação que querem a imediata reforma da Previdência e sem regra de transição para servidores públicos. Será uma grande economia para o estado que poderá enfim respirar aliviado.

Imagem

O governo apresentou sua nova identidade  visual sem muita invenção e sem pirotecnia. Ela é simples, republicana, não faz apologia pessoal e retomar o símbolo tradicional do Acre. Uma proposta interessante e moderna.

Desnecessário

O ex-porta-voz de Tiao Viana, Leonildo Rosas, usa suas redes sociais para ser palmatória do mundo. A cada hora posta uma crítica ao atual governo que hoje completa 29 dias de gestão.

Desnecessário II

Leonildo Rosas é um dos poucos membros da gestão anterior que se mantém na trincheiras criticando e acusando p novo governo, muitas vezes com deboche. A maioria dos seus colegas ainda está em férias fora do país.

Despedida

Jorge Viana, que a partir da quinta-feira passa a ser ex-senador, ex-governador e ex-prefeito, vai fazer um ato solene de despedida do mandato hoje pela manhã junto com o deputado Raimundo Angelim.

Em casa

Depois de alguns dias na Europa, Jorge Viana voltou na segunda-feira a Rio Branco. Não deve ficar aqui por muito tempo, mas também não irá se afastar em definitivo.

Sonho

Jorge Viana tem sido um dos principais articulares da candidatura própria petista à prefeitura de Rio Branco em 2020. E vai continuar trabalhando para juntar os cacos do partido no Estado.

Nome

O nome ideal para Jorge Viana é o do professor Raimundo Angelim, que já foi prefeito por dois mandatos, e homem de sua total confiança. Resta saber se a direção do PT local topa sua ideia.

Boca no mundo

Não esperem um Jorge Viana calado e discreto no pós-mandato de senador, a exemplo do que fez quando deixou o governo.

Visibilidade

Os tempos são outros e a necessidade de manter-se na mídia obriga Jorge Viana a estar presente no dia-a-dia do Estado e nas críticas ao atual governo.

Mesmo de sempre

Vagner Sales não consegue ficar longe de confusão. Decidiu que quer porque quer a primeira-secretaria da mesa diretora da Assembleia Legislativa para o MDB e ameaça rachar a base governista se não for atendido.

Eco

Sales faz eco com o prefeito de Sena Madureira Mazinho Serafim no embate com o governo que ajudou a eleger e leva consigo o deputado Roberto Duarte. É por essas e outras que o governo está cada dia mais distante do guloso e barulhento MDB.

Deputado

Atual articulador político do governo no Juruá, Vagner Sales fala em nome da esposa, deputada Antônia Sales, fala grosso e fala alto. Já disse que se não for atendida soma votos com a oposição, totalizando 14 votos, deixando a eleição empate. E ainda coloca a alternativa de brigar pela vaga na Justiça

Idade

Velha raposa da política, Vagner conta com o trunfo de, em caso de empate, ter sua esposa como a mais velha na disputa para ocupar a vaga.

Desejo

Aliás, o que Vagner quer mesmo é o cargo para sua mulher, afinal é o cargo mais poderoso da ALEAC, por onde tudo passa, inclusive a gestão financeira da Casa. Não pense Roberto Duarte que isso o leão do Juruá está defendendo o partido ou sua candidatura.

Ciúme

Além disso, todo esse barulho vem logo depois de Ney Amorim ter sido confirmado no cargo dos sonhos de Vagner: a articulação política do Estado. Confuseiro do jeito que é não tem a mínima condição de exercer o cargo. Mas ainda vai dar muita dor de cabeça ao primo Gladson Cameli.

Crítica

O deputado Daniel Zen foi para as redes sociais criticar as filas de matrícula nas escolas da capital, que estariam obrigando os pais a passar a noite ao relento, em colchões improvisados na porta da escola. Mas uma professora lembrou que o deputado deve estar com algum problema de memória, pois no governo anterior, acontecia a mesma coisa, por vezes, ainda pior.

Vagas

Essa professora disse que o Estado tem matrícula para todo mundo e que as vagas remanescentes sempre foram remetidas para a secretaria. Essa professora lembra que na gestão passada era muito pior, porque em vez de fazer a fila no centro da cidade, a secretaria de educação marcava a matrícula para a escola Heloísa Mourão Marques, na ladeira do Bola Preta. A dificuldade para os pais era ainda maior.

Memória

A professora diz que os educadores ligados ao governo passado ainda seguem aquele ditado que diz “faça o que eu digo e não o que eu faço”. E destaca que a atual dinâmica da secretaria garante vaga para todos, sem precisar desse sacrifício. O que estaria existindo, ainda é uma lembrança das práticas executadas no governo passado.