ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Acre vai reforçar diagnóstico e tratamento da hanseníase

A ação inicial do governo do Acre para reforçar o diagnóstico e tratamento de hanseníase ocorreu no Hospital das Clínicas, em Rio Branco. Em menos de duas horas de atendimento, um caso novo de hanseníase já havia sido diagnosticado.

Reprodução

Franciely Gonçalves, gerente do Programa Estadual de Controle da Hanseníase, conta que presídios e unidades de saúde no interior do estado devem receber as próximas etapas da campanha.

Desde a década de 80, o número de casos de hanseníase no Acre diminuiu 98%. Mas ainda assim, Franciely diz que, por ano, são identificados cerca de 120 novos casos.

A hanseníase é uma doença infecciosa, causada por bactérias, que afeta principalmente a pele, os olhos, o nariz e os nervos periféricos. Os sintomas incluem manchas claras ou vermelhas na pele com diminuição da sensibilidade e dormência. O tratamento dura entre 6 e 12 meses, com medicamentos disponíveis no Sistema Único de Saúde.