ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Coluna Bom Dia

Surpresas

A Assembleia Legislativa pode proporcionar muitas surpresas neste ano e alguns deputados e partidos estão articulando blocos e composições inusitadas. Até velhas as alianças podem ser quebradas definitivamente. São os novos tempos da política.

Bloco

O deputado Neném, está articulando com os também Deputado Chico Viga e Cadmel a formação de um bloco parlamentar, para atuarem juntos nas comissões e no plenário. O que está impedindo a imediata legalização do bloco é a situação do deputado Luiz Gonzaga. Como Cadmel é filiado ao PSDB e o bloco deve ter todos os deputados de um partido, há limitações, mas as conversas estão avançadas.

Água e azeite

A relação entre o PT e o PC do B na Assembleia está como um copo em que se despeja água e azeite. Os dois não se misturam. Os dois partidos, que sempre atuaram unidos, não devem formar um bloco parlamentar.

Aliado

O PC do B deve acabar fechando um bloco com o PV na Assembleia. O PT deve ficar isolado, sozinho e dividido internamente.

Crise

Dizem que foi um encontro duro, definitivo e que marcou profunda divisão no PT, a reunião da bancada estadual com os dirigentes do partido. O deputado Jonas Lima disse na cara do ex-secretário Carioca e do dirigente partidário Cesário que não os reconhecia como lideranças e que não acataria nenhuma ordem ou orientação que partisse deles.

Discriminação

O deputado Jonas falou que sempre foi discriminado por Carioca e sua turma dentro do partido, que sempre foi vitorioso, apesar das tentativas de rasteiras que levou e que só reconhecia a liderança de Jorge Viana, Angelim, Sibá Machado e Léo de Brito, que pelo menos já foram vitoriosos nas urnas.

Nunca precisou

Jonas Lima deixou claro que nunca precisou dos caciques partidários para se eleger e que, ao contrário só era procurado por eles e pela direção do partido quando precisavam de seu apoio e seus votos. Por isso, não aceitará nenhum tipo de cabresto ou orientação.

Calado

Dizem que Carioca ouviu calado o desabafo de Jonas Lima. Não tinha como rebater. Ele está sentindo que o partido está literalmente escorregando de suas mãos.

Reunião

Alguns deputados experientes como Bestene, Edvaldo Magalhães e Daniel Zen reuniram alguns novatos a portas fechadas para debater a lei da legislatura anterior que mudou as cotas e as licitações de gabinetes na Assembleia.

Sigilo

Dizem que a reunião foi tão sigilosa que os celulares tiveram que ficar fora da sala.

Mudanças

Os deputados querem uma consulta ao Tribunal de Justiça, porque alegam que a mesa diretora anterior não poderia legislar para os deputados que iriam tomar posse. Seria extrapolar os limites do mandato que se encerraria em dezembro.

Coordenador

Apesar dessa confusão, o governador Gladson Cameli confirmou ontem para sua equipe que vai nomear Ney Amorim como articulador político do governo. Ele ficará em lugar especial, junto com o secretário da casa civil. Os outros assessores políticos vão despachar em outro local, mais longe do Governador

Nomeações

O Deputado Luiz Tche já anunciou que como entrará na base do governo, vai Indicar a direção da agência de negócios do Acre e a área de Tecnologia da Informação. Mas quer esses setores com mais autonomia sem ter que se reportar a outros secretários. Vamos ver no que dá

Mensagem

A mensagem do governador Gladson na Assembleia foi curta e direta. O governador voltou a defender o agronegócio e disse que o Acre precisa produzir, sem se limitar a receber repasses do governo federal.

Meio ambiente

O governador reafirmou que é possível o desenvolvimento do agronegócio no Acre sem a destruição do meio ambiente. É uma importante posição e que deve ser valorizada.

Direitos

Para espanto de muitos, Gladson disse em seu discurso que tem o compromisso com a redução dos crimes contra a mulher, a criança e adolescente (em especial os crimes contra a dignidade sexual), bem como com a população negra em decorrência de discriminação e racismo. Para isso, criou o Instituto de Assistência e Inclusão Social.

Temas

Para quem sempre considerou esses temas como parte da agenda da esquerda, se surpreendeu ao ver o governador assumir de modo tão claro essas Bandeiras. Foi uma posição Progressista e muito positiva.

Influência

Inegável essa posição do governador contra a discriminação, combatendo a violência contra a mulher e toda forma de racismo têm o dedo experiente, comprometido e vigilante da primeira-dama, que vai cuidar da parte de inclusão social.

Barco

O governador Gladson Cameli estará hoje pela manhã, dando as boas vindas à equipe médica e tripulantes do Navio Hospital Montenegro que ja se encontra ancorado no Porto de Cruzeiro do Sul, no Bairro da Várzea.

Lembrança

Teste barco hospital é exatamente aquele que foi construído pelo falecido Governador Orleir Cameli e que tantos bons serviços prestou ao estado, em anos passados. Os governos do PT doaram o barco para o Exército brasileiro. Agora ele volta ao Acre para cumprir sua função original, de apoiar os ribeirinhos.

Reunião

O governador Gladson confirmou que estará presente na reunião com os demais governadores em Brasília, para debater as reformas e o novo pacote de segurança anunciado pelo Ministro Sérgio moro

Fedor

A solenidade de abertura do ano legislativo, na Assembleia, foi turvada pelo mau cheiro que exalava de um banheiro ou fossa, fora da área do plenário. Estava realmente insuportável, em alguns momentos, para desespero de deputados e assessores.

Eloquência

O governador Gladson Cameli tem fama de ansioso e hiperativo. Ontem, na abertura do Ano Legislativo, se embolou no discurso oficial cheio de frases prontas e longas e números complexos e partiu para improviso.

Experiência

Com mais de 10 anos de experiência no parlamento, Gladson nunca foi de usar muito a tribuna. Sempre se comunicou mais por textos em redes sociais e releases. Agora, na gestão, vai ter que exercitar mais a palavra. E os assessores terão que descobrir como o governador gosta de se expressar, para que os pronunciamentos fluem bem.

Avanço

Mas o novo governador já conseguiu alguns avanços. Sua hiperatividade nunca o deixou ficar muito tempo em um lugar. Sua adaptação ao exercício do cargo trancado no gabinete governamental na Casa Rosada.

CPI

A Câmara Municipal está mesmo movimentada. Os vereadores resolveram colocar o time pra jogo na véspera de ano eleitoral. A semana promete ter até pedidos de CPI na Casa. Quem diria, hein??

IPTU

As mudanças no valor do IPTU que a prefeitura implantou este ano, com um aumento de 20%, podem até ser legais, mas precisam ser bem explicadas.

Crise

O cidadão rio-branquense vive uma profunda crise financeira nos últimos meses e depois de ter recebido um aumento de mais de 20% no Preço da luz, leva de lapada outro aumento, agora da do IPTU.

É ele

Como a coluna comentou ontem, Sérgio Petecão deve ser mesmo confirmado como Primeiro-Secretário da nova Mesa Diretora do Senado Federal.

Importante

O cargo não é pouca coisa. Vai administrar todo o sistema de um dos poderes mais importante do país. E isso também lhe dar uma importância na esplanada do poder em Brasília.

Privatização

A BR-364, entre Colorado, no Mato Grosso e Porto Velho está na lista de estradas que podem ser privatizadas no país. O resultado disso é que a rodovia deve merecer melhorias nesse trecho, além de pedágio.

Abandono

Como sempre, no trecho após Porto Velho, em direção ao Acre até Cruzeiro do Sul, além de não se falar em privatização, está difícil conseguir recursos para a manutenção da pista. Só o Acre é que sofre.

Posição

Os deputados aproveitaram o primeiro dia na Assembleia para marcar posição. O deputado Roberto Duarte disse que será independente, nem governo nem oposição. Seja lá o que quer dizer isso. A Impressão que deu é que ele está com muita vontade de ser novamente cooptado pelo hoverno.

Paz

O deputado Edvaldo Magalhães disse que o governador não pode esperar o que chamou de paz dos cemitérios, anunciando oposição a Gladson. Só que a oposição precisa, antes, se articular internamente, senão, vai dar em nada.