Em operação, polícia apreende 79 mil dólares com integrantes de facção

Em operação integrada entre policiais civis e militares, setenta e nove mil dólares em espécie, foram apreendidos com três homens suspeitos de integrarem facção criminosa e ainda praticarem o crime tráfico de drogas no município de Cruzeiro do Sul, interior do Acre. A ação que resultou no flagrante se deu durante a quarta-feira (06), nas proximidades do Rio Juruá.

Leandro Melo Tavares, Antônio Gleison de Menezes Martins e Lucas Martins da Silva, foram abordados pelos policiais em um táxi modelo Honda Civic que seguia em direção ao Porto do Rio. A intenção da dupla era encontrar um barqueiro e seguir para o país estrangeiro o Peru, maior fornecedor de drogas da América do Sul.

Segundo as investigações eles iriam trocar o dinheiro totalizando 79 mil em dólares encontrados pela polícia, em produto entorpecente a ser revendido no estado. A quantia convertida a cotação de hoje, soma o equivalente há R$ 293.000,00 (duzentos e noventa e três mil reais).

Um dos suspeitos, estava sendo procurado por um crime de homicídio, ocorrido em Mâncio Lima no ano passado. O outro confessou integrar uma organização criminosa e servia como uma espécie de contador que estava responsável pela logística do dinheiro.

Todo material apreendido foi apresentado na manhã desta quinta-feira (07), pelo delegado de Polícia Civil daquele município à imprensa e os presos ficaram agora a disposição da justiça podendo responder pelos crimes de lavagem de dinheiro, evasão de divisas, associação criminosa e de financiamento internacional ao tráfico.

“Nós obtivemos êxito na prisão desses indivíduos através de uma longa investigação e trabalho conjunto entre as polícia civil e militar, e é importante ressaltar essa união que sempre tem nos dado resultado. Os presos são pessoas diretamente ligadas à facção criminosa que atuam aqui no município no tráfico de entorpecentes e para nossa surpresa, sabíamos que eles estariam com dinheiro mas, na abordagem encontramos 79 mil dólares, um valor extremamente expressivo que seria trocado por droga e pudemos dar essa resposta de descaptalizacão a essa facção que tenta criar tentáculos no município”, ressaltou o delegado a frente das investigações, Alexnaldo Batista

Assessoria Sejusp e PMAC