Coluna Bom Dia

Comissões

Não foi preciso esperar o carnaval. Os deputados entraram em acordo e saiu ontem a composição das comissões na Assembleia Legislativa. Logicamente, o governo comandará a esmagadora maioria. Para a oposição, sobraram duas de menor Impacto, mas, internamente na composição dos colegiados, todos os partidos e grupos foram beneficiados.

Estranheza

Causou estranheza que a comissão de Direitos Humanos tenha ficado para o único deputado do partido do presidente Bolsonaro na casa, Whendy Lima, do PSL, filho do vereador N. lima. Os dois não são propriamente defensores intransigentes dos Direitos Humanos. Muito ao contrário.

Oposição

É que a oposição, em vez de bater pé pela comissão de Direitos Humanos, preferiu a de Orçamento Participativo. Com isso, não poderá reclamar se suas pautas não forem abordadas na questão de direitos humanos. E olha que o Acre está precisando muito de atenção nessa área, principalmente quanto aos direitos das mulheres.

Pressão

O deputado Fagner Calegário, ainda no PV, anda denunciando que o partido está exigindo cargos em seu gabinete e que ele não está disposto a ceder. Essa seria uma das causas de sua briga com a direção partidária e sua intenção de sair.

Desculpa

Na verdade, a posição do deputado soou muito como desculpa para apagar a luz e fechar a porta do PV no Acre. O partido está dilacerado e, não alcançou nacionalmente a cláusula de barreira, não tem como segurar seus filiados. Há uma interpretação da lei de que os parlamentares estariam liberados para trocar de legenda, uma vez que o partido não alcançou o coeficiente eleitoral.

Cobrança

É diferente da posição do PDT em relação a vereadora Sandra Asfury. O partido quer o mandato da vereadora, que foi eleita pelo PDT e depois se mudou para o PSC. Aí é que, não pode. A lei não faculta a mudança de partido para vereadores, a não ser, no que vem, 12 meses antes da eleição.

Confusão

Seja como for, a confusão está armada na Câmara Municipal, por conta desta cadeira hoje ocupada pela vereadora Sandra Asfury.

CPI

A bancada do PT na Câmara Municipal está questionando a validade da CPI pedida para a investigação na Emurb. Insiste que não há objeto a ser investigado. É mais uma confusão entre os vereadores.

Reclamação

Ainda com relação ao PDT, o Deputado Luiz Tchê anda reclamando pelos corredores que não foi recebido pela secretária da fazenda. Está bravo e incontrolável. Este fato pode até prejudicar a negociação para que o PDT entre na base do governo.

Obrigação

Não dá para entender as seguidas reclamações de Deputados que não são atendidos por secretários. É uma coisa tão natural abrir espaço para conversar com os deputados que é complicado imaginar que tal coisa possa acontecer no governo. Mais fácil seguir o exemplo do próprio governador, que prega a paz e entendimento, que deveria ser exemplo para todos os escalões do governo.

Parecer

A Procuradoria Geral do Estado não recebeu e não foi informada das ações do Ministério Público exigindo a demissão de cargos comissionados que, estariam proibidos de assumir por improbidade administrativa. Muita água ainda vai rolar nesse caso.

Buracos

O secretário de infraestrutura Thiago Caetano disse que os buracos da cidade são de responsabilidade da prefeitura, não do governo do Estado. Tirou o corpo fora. Jogou toda a responsabilidade para as costas da prefeita Socorro Neri.

Sequência

Mas o povo, o cidadão, a comunidade, não querem saber a quem pertencem os buracos, e se eles são municipais, estaduais ou federais. Se são do executivo, legislativo ou judiciário. O povo só quer que os buracos sejam tapados. Briga boba

Luz

Foi até significativo o movimento contra o aumento abusivo da conta de energia no estado. Agora, os organizadores querem sensibilizar a classe política para levar o problema a Brasília.

Ninguém aguenta

O certo é que ninguém aguenta um aumento de 21% para o consumidor doméstico e 27% para as empresas. É brincadeira com o povo. E o governo ainda se gabou da privatização da Eletroacre. O serviço continua a mesma porcaria de sempre e só a conta de luz teve reajuste, conforme já era esperado.

Na frente

Com a omissão da maioria dos políticos, quem aparece bem nesse movimento é o deputado Jenilson Leite, do PC do B, que tem efetivamente se esforçado contra o aumento abusivo da energia.

Concurso

Com o resultado do concurso público da Educação, o secretário Mauro Cruz começa os preparativos finais para o início do ano letivo, logo depois do Carnaval. Há muita expectativa com ação da Secretaria de Educação neste governo.

Tem cruzeiro.

O governador Gladson Cameli desistiu de viajar para Brasília e está cumprindo agenda no Juruá. Ele está em paz com a opinião pública, depois do pagamento do salário de fevereiro e boa parte do décimo terceiro atrasado.

Sem o secretário

O vice-governador major Rocha fez o lançamento da campanha contra as doenças sexualmente transmitidas no carnaval, sem a presença do secretário de saúde Alysson Bestene. Essa rusga entre Rocha e o setor de saúde ainda vai longe.

Saúde

Em compensação, o Deputado José Bestene, tio de Alysson é o presidente da Comissão de Saúde na Assembleia Legislativa. Um reforço familiar importante.

Estranho

O Acre é um lugar estranho mesmo. Só aqui no estado é que foram relatados reações terríveis contra a vacina do HPV, que se demonstraram inconclusivas, mas afastaram os jovens da imunização. Agora as críticas são contra o chamado fumacê, contra o mosquito da dengue, acusado de conter substâncias tóxicas.

Ruim

Parece que bom mesmo é a doença, seja uma DST ou a dengue e a Zika. Ninguém nunca fica contente com nada, menos ainda com medidas protetivas a toda a sociedade. É de cansar.

Binho

Consultor com ênfase na área de educação, o ex-governador Binho Marques passou a integrar a coordenação de educação do Itaú Social.

Experiência

Binho tem grande experiência naquilo que é mais caro para o Itaú Social: educação básica de jovens e adultos, em especial populações carentes.

Distância

Com o trabalho concentrado em São Paulo e viajando o Brasil inteiro para expandir as experiências do Itaú Social na área de educação, Binho Marques se distancia cada vez mais da política partidária do Acre.

Ativismo

Mas a distância física não impede o ex-governador de estar presente no ativismo pró-educação e antigoverno Bolsonaro nas Redes Sociais.

Influencer

Aliás, embora seja modinha esse negocia de influência nas redes sociais, Binho Marques é de fato influente nas redes e as usa muito bem, inclusive para criticar detratores. Mas sempre de maneira muito educada.

Quem manda

Governador Gladson Cameli mostrou quem manda ontem na Assembleia Legislativa. Das 12 comissões permanentes da Casa, sua base aliada ficou com 10 delas.

Quem obedece

A comissão mais importante da Casa, as de Constituição e Justiça, será presidida pelo líder do governo, deputado Géhrlen Diniz.

Cheio

Hospitais e UPAS estão lotadas de pacientes por conta do aumento dos casos de dengue em Rio Branco. E pouco tem sido feito para combater, de fato, o mosquito transmissor da doença nos bairros.

Riscos

A dengue mata e tem vários tipos. Cada uma mais perigosa que a outra. É uma doença que pode ser previnida com ações de saneamento básico, infraestrutura e, principalmente ações efetivas da área de saúde.

Riscos II

Todas as vezes que o poder público, notadamente o município, se distancia desse trabalho aumentam os casos da doença. Pena que ainda tenhamos que viver dessa forma.