ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Confirmado nove casos de gripe H1N1 no Acre

A Secretaria de Saúde do Acre confirmou que foram notificados nove casos de gripe H1N1 no estado. Não há registro de mortes dos pacientes do Acre, apenas uma pessoa que veio de Porto Velho-RO, e que já estava com o vírus da gripe H1N1 veio a óbito no Acre.

A Secretaria montou unidades de monitoramento da doença, sendo duas na capital acreana, no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) e Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito, e outra no Hospital Regional do Alto Acre Wildy Viana, em Brasileia, interior do Acre.

Os pacientes diagnosticados com a gripe no estado já iniciaram o tratamento e o quadro de saúde é estável.

Há uma virose de gripe comum em Rio Branco que tem levado muita gente às unidades de saúde. Além da gripe, há ainda vários registros de caxumba e dengue.

Para saber diferenciar a gripe comum da influenza, o paciente precisa ficar atento aos sintomas. A gripe H1N1 provoca dores em todo corpo, secreções, febre muito alta, tosse e falta de ar.

Vacinação contra gripe começa segunda no Amazonas após mortes

Diante dos casos do surto de H1N1, o Ministério da Saúde antecipou para a próxima segunda-feira, 18, o início da campanha de vacinação contra gripe no Amazonas. Um boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Amazonas mostra que o Estado contabilizou 91 casos da infecção, com 24 mortes. Há ainda outros 475 casos de síndrome gripal em investigação.

O início da vacinação no Amazonas foi anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), em um vídeo divulgado nesta tarde. A antecipação já havia sido definida em fevereiro, como informou o Estado, justamente por causa do aumento atípico de casos na região. A campanha para todo o País deverá começar no fim de abril.