ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Pastor que estuprou duas enteadas é preso e condenado a 30 anos de prisão

Pastor acusado de abusar de duas enteadas menores de idade em Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá) e engravidar uma delas é condenado a 30 anos de prisão, em regime fechado. João do Nascimento Conceição está preso em Rio Branco, no Acre.

De acordo com o R7, os abusos foram denunciados pela mãe das vítimas, que foi casada com o pastor, em janeiro de 2018. “Nesta época o condenado já não morava mais em Cáceres e o filho com a enteada já tinha 6 meses. Os abusos ocorreram em 2016 e foram praticados contra uma menina de 12 anos e outra de 17 anos”, diz um trecho da reportagem.

Foto: Reprodução

O acusado alegou em depoimento que teve um caso com a menina que engravidou, antes de se casar com a mãe dela e que manteve relação sexual com ela depois de se casar. Afirmou que tudo foi uma armação contra ele. Em relação aos abusos contra a mais nova, ele nega.

A condenação foi de 14 anos de prisão em relação ao estupro de vulnerável cometido contra a vítima mais nova e mais 16 anos de prisão pelos abusos praticados contra a enteada de 17 anos. Somando as penas, chega-se a 30 anos de prisão. Informações OAltoAcre.