Coluna Bom Dia

Agitado

Foi um dia agitado na política acreana, Tanto pelo que aconteceu, as mexidas realizadas, as trocas em cargos de alta gestão como pelo que não conteceu, por quem se manteve, se firmou no cargo, por enquanto, e quem sobreviveu aos burburinhos.

Alta tensão

O clima durante todo o dia foi de alta tensão. Troca de comando na PM, na liderança do governo na Assembleia, na composição de forças dentro do parlamento e da equipe de governo, alguns acertos concretizados e outros que por enquanto não passam de especulações. É preciso separar bem o joio do trigo para se ter uma visão ampla do processo.

Arrumação

O gabinete do governador Gladson Cameli amanheceu o dia de ontem apinhado de gente. Todos querendo resolver seus problemas.

Cúpula

A primeira visita foi de um grupo da segurança. A conversa foi longa e resultou em mudanças estruturais na área. Caiu o comandante e o subcomandante da PM, além do chefe da polícia civil.

Nomes

O coronel Bino será o novo comandante da PM e o subcomandante será o coronel Douglas, filho do ex-comandante, coronel Jair. Já na polícia civil quem o novo chefe é o delegado Henrique Maciel, o mais antigo em atividade.

Influência

As mudanças mostraram o poder e a influência do vice-governador Major Rocha do secretário de Segurança Coronel Paulo César. Rocha havia batido de frente com os comandantes da Pm e o delegado geral, enfrentou a crise e saiu vitorioso.

Queda

Os três chefes da cúpula da segurança que caíram ontem trombaram de frente primeiro com o secretário Paulo César e depois com o vice-governador. Eles aprenderam que eles sçao demissíveis, o vice, não. Ele foi eleito.

Mais

Outra encrenca resolvida por Gladson ontem de manhã foi a escolha do seu novo líder na Aleac, deputado Luís Tchê. Foi escolhido com o aval de José Bestene, presidente do Progressistas, do presidente da Aleac Nicolau Jr. e do articulador político do governo, Ney Amorim.

Morreu?

A indicação de Tchê tem vários objetivos na Aleac. O primeiro é melhorar a relação com a bancada. O segundo é enterrar de vez a CPI da Energisa. Ou pelo menos, tirar de foco.

Não aderiu

Mesmo com a trica de liderança na Assembleia, o deputado Roberto Duarte do MDB, permanece sem compor com o governo, seguindo uma trajetória solo no parlamento.

Esquecido

Eram tantos problemas para Cameli resolver com os aliados ontem que a atuação do secretário de produção Paulo Wadt ficou para depois. Ele continua no governo, mas já não se sabe se tão firme como antes.

Especulação

É muito grande a especulação se ele sai ou fica, há muitas questões agregadas a isso, muita conversa, muitos compromissos. O governador viajou à noite, para São Paulo e depois Brasília. O caso ficará para seu retorno.

Ação Social

Claire Cameli, prima de Gladson e filha do ex-governador Orleir Cameli foi confirmada ontem para a secretária de Ação Social. Ela já executa um excelente trabalho de apoio nessa área ao lado da primeira-dama Ana Paula Cameli, que é a madrinha de sua indicação.

Ampla

A atuação da pasta social será ampla: assistência social, mulheres, povos indígenas, que terão grande importância, como ficou patente no encontro dos governadores na Colômbia.

Exemplo

A política para as comunidades indígenas do Acre foi apontada como exemplo a ser seguido. Gladson reafirmou compromissos e a inclusão dessas comunidades na nova pasta é o exemplo da importância do tema

Próximo

Ontem, a pergunta depois de todos os anúncios feitos por Cameli, a pergunta que não quer calar é: qual o próximo coqueiro que vai ser balançado no governo??

Agências

O governo susteve as indicações para a Acreprevidência, Ageac e outros cargos. O que foi divulgado é que elas serão enviadas em um pacote só. Mas isso gerou uma onda de especulações e até os interinos nomeados foram alvo de questionamentos. A ver no que vai dar isso.

Bate-volta

Ainda sobre o governador, ele viajou ontem à noite para São Paulo. Jogo rápido. Na quarta-feira à noite estará de volta a Rio Branco.

Dívida

O governador terá um encontro na capital paulista com executivos do banco Pactual, interessados em comprar a dívida do Acre. A coisa funciona como uma antecipação de receitas, em que o governo aceita um deságio no total estimado. O que muita gente faz, por exemplo, quando negocia um precatório.  Pode ser um bom remédio a curto prazo, especialmente para dívidas de difícil recuperação.

Não perde

Só lembrando que o banco nunca perde, Não se tenha essa ilusão. Para o estado, é um dinheiro a curto prazo, mas para o banco, é lucro no longo prazo.

Brasília

Depois de São Paulo, o governador vai a Brasília, debater a reforma e a proposta do governo federal de antecipar receitas para os estados.

Tudo certo

Gladson Cameli chegou da Colômbia e uma das suas primeiras agendas foi com o deputado federal Alan Rick para tratar da situação do DEM no governo.

Diálogo

Os dois tiveram uma longa e produtiva conversa sobre a situação política do Estado e as razões da demissão do secretário Raphael Bastos. Como esperado e já defendido por Alan Rick, o DEM permanece na base de apoio do governo Cameli.

Denúncia

A revista carta Capital traz denúncia grave, mas não nova, contra a senadora Mailsa Gomes. Ao lado de uma foto da senadora com a primeira dama, Michele Bolsonaro, a revista diz que ela tenta absolvição no STJ em caso de gasto ilegal de verba na gestão do marido em prefeitura no Acre.

Caso

A revista lembra o caso todo e explica que “em 2008, o marido de Mailza, James Pereira da Silva, elegeu-se prefeito de Senador Guiomard, cidade de 22 mil habitantes no Acre. O casal era do PSDB. Ao assumir o cargo, em janeiro de 2009, James contratou sem licitação uma empresa, a MS Serviços, para limpar ruas e prédios. E fez isso com a ajuda Mailza, a quem tinha nomeado secretaria de Administração, nepotismo clássico”.

Investigação

A MS recebeu 275 mil reais em janeiro e fevereiro. Em março de 2009, o Ministério Público estadual abriu uma investigação.  conclusão foi que o MP acusou James e Mailza de improbidade. Segundo a denúncia à Justiça, graças ao casal, houve gasto de verba pública sem autorização legal, liberação de grana sem obediência a certos procedimentos administrativos e enriquecimento ilícito. Enriquecimento ilícito, no caso, de pessoas pagas pela MS por indicação da prefeitura.

Como fica

O problema maior nem é o rolo da senadora. Problema mesmo acontecerá se o julgamento concluir por cassar o mandato de Mailsa Gomes. Ai a confusão está armada.

Pastor

É que o suplente de Mailsa, o segundo suplente, já que ela era a suplente de Gladson Cameli, está em lugar incerto e não sabido. O pastor Pedro teria não só dado um rombo em sua igreja, em Senador Guiomard, como fugido na calada da noite em companhia de sua amante, também uma fiel da igreja.

Procurado

Desde então, o pastor vem sendo procurado pela polícia e pelos fiéis ludibriados, que querem saber de seu paradeiro. Ele e a amante se escafederam.

Aparece

Mas a coluna aposta que, se for efetivado que ele vai assumir o cargo, no outro dia ele aparece de terno no Senado com sua nova primeira-dama devidamente paramentada para a cerimônia de posse. Esse Acre!

Apartamento

O ministro Bruno Dantas, do TCU abriu investigação para apurar malversação de dinheiro público pela Confederação Nacional do Comércio na compra de um apartamento de luxo na barra da tijuca por R$ 24,5 milhões, para uso de seus diretores, inclusive do acreano Leandro Domingues. A coisa vai feder.

Jorge

O ex-senador Jorge Viana reuniu em tono de um churrasco em sua casa, o ex-governador  Binho, Marques e os ex-prefeitos Raimundo Angelim e Marcus Alexandre. Postou nas redes sociais em clima de amenidade, mas com certeza o tempero do churrasco foi ouro.

Conversa

O ex-senador disse que “a conversa foi de muita emoção e lembranças, também de preocupação, mas sobretudo de esperança e fé no Acre, no Brasil e na vida.

Lembranças

Jorge Viana afirmou que “lembramos os bons tempos. Como encaramos tantas dificuldades, vencemos desafios, fizemos mudanças. Dá orgulho a fantástica experiência de vida de trabalhar por nossa cidade e nosso estado. Fizemos muito, mas também temos nossos erros!”

Duro

Em um trecho duro de sua postagem, sem perder a esperança em dias melhores, o ex-governador disse que “agora os tempos são outros. Temos muita preocupação com tudo que vem ocorrendo. Alguns que tanto se beneficiaram dos nossos governos, que foram corretos e republicanos, posam de moralistas e justiceiros. Hipocrisia! Mas assim é a vida, e ela sempre traz novos desafios”.

Santa Casa

Em Cruzeiro do Sul, funcionários da Santa Casa conseguiram a penhora do prédio da instituição na justiça, por uma dívida trabalhista de R$ 6 milhões. Podem ter ganhado e não levado. O prédio é de 1908, o primeiro hospital da cidade e com evidente interesse histórico de preservação. Não pode ser alterado ou demolido.

Sistema S

A governo federal assinou decreto em que abre a caixa preta do sistema S, os serviços sociais da Indústria, Comércio e do Sebrae. Já te muita gente apavorada em ter que prestar contas do dinheiro fácil dessas instituições.