Coluna Bom Dia

“Quem tá, tá”

O governador Gladson Cameli passou a manhã trancado com sua base política e parlamentar e ao sair admitiu que de agora para frente a filosofia de governo será a do “quem tá, tá, quem não tá, não tá”. Apesar da obviedade da declaração, marca uma importante resolução, a de cobrar fidelidade de quem quiser se considerar aliado.

Completo

Ou seja, não vai mais existir dubiedade. Ou a pessoa e liderança veste a roupa do governo, com o bônus e o ônus decorrente disso, ou estará de fora. Não vale meio termo, não vale recriminações ou jogo de cintura.

Correto

Se o governador conseguir cumprir essa decisão, será extremamente útil, vai poder administrar em paz, sem ter que ceder, sem ter que se submeter a caprichos e enfrentar armações.

Decisões

Algumas outras decisões. Gladson vai determinar que Ney Amorim seja o articulador entre a Assembleia, os deputados e o governo. Ele será o facilitador, o intermediador.

Atendimento

Gladson também vai determinar aos secretários e assessores prioridade ao receber e atender os deputados. Não quer saber de reclamação de deputado de que o secretário não atende o telefone e não está disponível para esclarecimentos. Ou que atrasa requerimentos de informações e requisições

Sem troca

Isso não quer dizer, de forma alguma, que o governo vai entrar no varejo político, que vai atender a pedidos, digamos, pouco republicanos. Ao contrário.

Queixas

O governador se queixou de deputados e apoiadores que desejam trocas políticas, pedem nomeações e favores. Já mostrou que não vai ceder a essas pressões.

Burocracia

O governador falou muito ontem da burocracia que atrapalha o governo, que atrasa obras, que posterga decisões. Disse que vai combater isso já.

Crise

Mas admitiu que a crise financeira é grave. o Acre paga, desde janeiro, R$ 40 milhões mensais de complemento da folha de previdência. E no último mês teve que depositar 10 milhões de dólares de amortização de empréstimo junto  a credores internacionais.

Empresários

O governador recebeu ontem uma comitiva de empresários chineses dispostos a investir no estado, aproveitando a saída para o Pacífico. Os chineses ainda têm esperança no projeto da ferrovia transandina, que baratearia as exportações acreanas.

Viagem

Gladson foi convidado e deve acompanhar o presidente Bolsonaro em sua viagem a Dallas, no Texas, para receber a homenagem de homem do ano, transferida de Nova York.

Conversa

Gladson acredita que terá tempo e espaço para conversas com o presidente na viagem, que deve acontecer na próxima semana.

Reforma

O governador disse na reunião da base que está finalizando as engrenagens para enviar a reforma da reforma administrativa para a Assembleia. Antes, quer saber com quem conta efetivamente entre os deputados, quer saber o tamanho exato e o comprometimento de sua base.

Ônibus

Ontem, o governador participou da entrega dos primeiros dos 20 ônibus que vão fazer o transporte escolar na zona rural de cinco municípios. Em seu pronunciamento falou pouco da solenidade e muito de política.

Transporte

O secretário Mauro Cruz disse que o transporte escolar é uma prioridade e que assim que assumiu a pasta recebeu sem número de reclamações, de que alunos estariam sendo transportados na carroceria de caminhões. Agora o governo vai resolver os casos mais graves

Onde estava?

Um momento que pareceu constrangedor foi quando na solenidade de entrega dos ônibus o governador cobrou a presença do secretário de Infraestrutura, Thiago Caetano, para questionar sobre as ações de governo nesse inicio de verão. O secretário não estava presente.

Na obra

O que o governador não sabia era que o secretário Thiago Caetano estava próximo á Via Chico Mendes, acompanhando o início da recuperação da AC-40, obra considerada prioritária e que tem motivado muitas reclamações.

Agenda

Nesse caso, houve um claro problema de agenda e cerimonial, Em solenidades com a presença do governador, todos os secretários e deputados aliados, bem como presidentes de partidos aliados precisam ser avisados com antecedência e devidamente convidados ou intimados à presença.

Sobreposição

O cuidado sempre deve ser para que não haja sobreposição de horários e ações, para garantir a presença.

Convite

O PSDB fez café da manhã para estender o tapete do partido para o ex-reitor Minoru Kinpara, oficialmente convidado para ingressar na legenda, com a certeza de disputar a prefeitura da capital pelos tucanos.

Não será

isso prova que foi mero factoide o convite ao vice-governador Major Rocha para disputar a prefeitura. Rocha não quer o encargo e deseja repassar a Minoru a tarefa.

Conversa

Como sempre, Minoru Kinpara conversou mito, elogiou o PSDB , mas evitou se comprometer de qualquer forma. Disse que estava honrado e não disse que sim, nem que não.

Centro

Um destaque foi que avaliou que seria bom estar em um partido mais de centro, longe dos extremos da esquerda e da direita. Não é uma declaração que o PSL tenha gostado de ouvir.

Empresas

A justa comercial publicou um balanço empresarial do Acre de abril de 2018 para abril de 2019. Foram abertas exatas 1,021 empresas no Acre nesse período e fechadas 715. No último mês de abril foram 117 abertas e 59 fechadas.

Saldo

Para a Junta comercial, não se pode falar em crise, porque o saldo é positivo. Mais empresas abriram do que fecharam as portas. É, pode ser…

Regularização

Apesar do otimismo, a junta comercial estima que mais de 21 mil empresas acreanas estão irregulares junto àquele órgão, que está chamando os responsáveis para uma conversa

Saneamento

O Acre ocupa o triste 23º lugar em saneamento no país, um resultado medíocre e que precisa de atenção por parte das autoridades.

Ainda assim

Ainda assim, o pouco de saneamento que tem está sob rigorosa investigação de irregularidades, de sobrepreço e de corrupção.

Efeito

Sem contar com o serviço porco executado nas ruas alvo do trabalho de água e esgoto, já que a recuperação das vias é de péssima qualidade e só causa reclamações.

Invasão

Seringueiros e extrativistas da Reserva Chico Mendes estão denunciando invasão de suas terras por fazendeiros, que buscam áreas florestais para derrubada e expansão de pastagens. O caso é grave. Piorou muito de uns tempos para cá.

Assessores

A bancada federal acreana está em festa. Foi liberada a contratação de assessores parlamentares. Cada deputado ou senador terá à disposição R$ 111 mil para a contratação de até 25 assessores.

Salários

os salários desses assessores vão do máximo de R$ 15.098,32 até o mínimo de R$ 1.025. 12. Dos contratados, cinco precisam ficar em Brasília e outros 20 podem ficar no Acre. Boquinha boa.

Otimismo

O comércio está otimista com as vendas para o Dia das mães. espera-se que o movimento compense o Natal fraco e a Páscoa também pouco atrativa.

fezinha

Não teve acreano ou brasileiro que não fez sua fezinha no jogo da megasena milionária de hoje. O prêmio é maior que o orçamento de muitas cidades acreanas.

Polêmica

O STF decidiu que deputado estaduais não podem ser presos sem o aval das Assembleias. Ganharam imunidade. Só não vale para flagrante delito e crimes hediondos.

Posição

O senador Márcio Bittar é, cada vez mais, uma figura fora do ninho do PMDB. Não tem voz dentro do partido no estado e não se alinha com a maioria da bancada do seu próprio partido em Brasilia. Está muito mais próximo do governo Bolsonaro e suas pautas.

Sem punição Bittar está em posição confortável, pois como seu cargo é majoritário, pode mudar de partido a qualquer hora, sem punição. Dizem que mais c