Polícia Civil investiga possível homicídio disfarçado de suicídio

O delegado titular de Brasiléia, Luís Tonini, está investigando um caso da morte de um homem neste final de semana, ocorrido no Bairro Alberto Castro onde foi localizado o corpo de Denisclei Silva Souza (17) no chão da casa.

O fato que chamou a atenção das autoridades, seria pelo fato que havia uma corda no pescoço da vítima, levando a crer que poderia ser a prática de um suicídio, mas, também foram encontradas marcas de pequenas perfurações nas pernas feita por faca e mensagens nas paredes ligadas a facções criminosas.

Também foram encontradas garrafa de cachaça e refrigerante na casa e havia mais pessoas com a vítima que foram embora após o sinistro. A morte do jovem está cercada de mistério pelo fato do corpo ser encontrado no chão com a corda no pescoço.

Existem dúvidas no caso, além da suspeita de tortura antes da morte e o caso está em aberto para possível homicídio e uma montagem do cenário para tentar enganar as autoridades policiais.

No início do mês de março passado, Denisclei esteve envolvido em uma briga onde resultou em uma tentativa de homicídio, após uma bebedeira. O corpo de Denisclei foi resgatado pela PM e depois levado ao IML e após exames, liberado para aos familiares e sepultamento. Informações O Alto Acre.