Correios anuncia o fechamento de mais 161 agências

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) anunciou nesta terça-feira (21) o fechamento de mais 161 de suas agências no país.

A medida faz parte de um processo de readequação da rede de atendimento iniciado há dois anos pelos Correios, com o objetivo de enxugar sua estrutura administrativa e reduzir custos. 

Segundo os Correios, a migração das atividades das agências encerradas para outras unidades devem ocorrer até o dia 5 de julho próximo.

Em seu site, a empresa divulgou uma lista com os nomes de todas as agências que serão fechadas. Na relação, também constam as agências que ficam mais próximas das que terão suas atividades encerradas.

De acordo com os Correios, os empregados dessas agências serão transferidos para outras agências ou poderão optar pelo reenquadramento de atividade.

A ECT afirma que a iniciativa tem, dentre outros objetivos, assegurar maior produtividade e garantir unidades rentáveis, sem comprometer, no entanto, a universalização dos serviços postais.

“O atendimento será absorvido por outras agências próximas, sem prejuízo da continuidade e da oferta de serviços e produtos. A maioria das unidades que serão desativadas ocupa imóveis alugados e está sombreada por outras. Atualmente, os Correios possuem cerca de 11 mil pontos de atendimento em todo o país, sendo a única empresa pública presente em mais de 5.500 municípios brasileiros”, diz a nota veiculada pela ECT em seu site.