71% dos brasileiros são contra intervenção militar na Venezuela

Levantamento do Paraná Pesquisas divulgado nesta 5ª feira (23.mai.2019) revela que 70,7% dos brasileiros são contra intervenção militar na Venezuela. Apenas 23,6% seriam a favor dessa medida e 5,7% não souberam responder. Eis a íntegra.

O estudo foi realizado de 14 a 19 de maio com 2.452 pessoas em 180 municípios de todo o país. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o nível de confiança de 95%.

A Venezuela é governada por Nicolás Maduro desde 2012 e sua gestão passar por uma grave crise polícia. A possibilidade de uma intervenção do Brasil no país vizinho já foi aventada por apoiadores do governo de Jair Bolsonaro.

O próprio presidente, durante encontro com o líder norte-americano, Donald Trump, em 19 de março, sinalizou com a possibilidade de o Brasil aderir a uma solução militar dos Estados Unidos para a crise da Venezuela.

“Tem certas questões que se você divulgar deixam de ser estratégicas”, disse Bolsonaro.

Em 3 de maio, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente disse ser contra o governo brasileiro apoiar intervenção militar na região. Segundo ele, seria 1 “desgaste”.

Eduardo disse que a mudança no governo venezuelano teria de ter o apoio das Forças Armadas da Venezuela.

A crise no país faz com que cerca de 90% das pessoas vivam na pobreza. O salário mínimo no local é de US$ 5 (R$ 20). A inflação chegou a 1.370.000% no fim do ano passado e, segundo previsão do Banco Mundial, o índice deve fechar 2019 em 10.000.000%.

Desde 2015, 3 milhões de pessoas fugiram do país, segundo levantamento da Acnur (Agência da Nações Unidas para Refugiados) divulgado nesta 3ª feira (21.mai.2019).

Poder360