ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Polícia Civil recupera caminhão baú na BR 317

Uma ação de bandidos na capital durante a noite deste domingo, dia 30 de junho, levou terror para uma família que tem um dos filhos cadeirante. A vítima que não terá seu nome revelado, contou que estava chegando em casa com o caminhão baú quando foi surpreendido por homens encapuzados e armados.

A vítima foi levada para dentro da casa localizada no Bairro Cadeia Velha, próximo ao centro da cidade de Rio Branco, onde estava sua esposa e os dois filhos menores. “Foi muito rápido. Graças a Deus não usaram de violência física contra ninguém dentro de casa, mas, ficamos sob a mira e ficamos muitos aterrorizados”, contou.

A ação dos bandidos foi rápida. Enquanto eles amarravam as vítimas e pegavam as chaves do veículo, outros davam guarida do lado de fora. Após algum tempo já pela manhã desta segunda-feira, dia 01, conseguiram se libertar a acionaram as autoridades.

Durante todo o dia, uma equipe da Polícia Civil de Epitaciolândia passou a monitorar parte da BR 317 e ramais. Foi quando perceberam que o mesmo estava se deslocando nas proximidades do km 30 e tinha como parada final, o lado boliviano.

Quando os ocupantes perceberam a aproximação dos policiais, pararam e correram para dentro da mata e mesmo com tiros de alerta, não pararam e sumiram. O veículo foi levado para a delegacia e comunicado aos proprietários sobre a recuperação.

No período da tarde, os policiais civis contaram com o apoio de um policial militar do GIRO,para ajudar na captura dos foragidos. Já no final dia, após realizar buscas pela BR, conseguiram localizar a dupla que havia fugido que saiam do mato para a BR e receberam voz de prisão.

A dupla era um brasileiro e um boliviano. O nacional Charles de Oliveira da Silva de 23 anos. Disse que iria receber uma quantia de apenas R$ 1000 reais para dirigir o veículo até a fronteira.

O boliviano, foi identificado como Roger Heredia Sakah, de 33 anos. Este tentou ludibriar os policiais dizendo que receberia uma quantia igual após receber o veículo na fronteira, continuar pelo lado boliviano e entregar aos receptadores e que não tinha passagem pela justiça do seu País.

Após realizar buscas informações no comando boliviano, se descobriu que Roger tem uma extensa ficha criminal, que vai de tráfico, roubo, associação criminosa, entre outros crimes e tem vários mandados de prisão em aberto, sendo procurado pela justiça do seu País.

O caminhão foi restituído aos proprietários que vieram até a fronteira para buscar. As investigações estão em aberto na tentativa de descobrir os outros envolvidos no roubo. Por Alexandre Lima / oaltoacre