ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Queimaduras: saiba como prevenir e como agir em acidentes

queima1-580x326

Para conscientizar sobre os riscos, incentivar a prevenção e orientar quanto aos primeiros socorros e cuidados em caso de acidentes com queimaduras, o dia 6 de junho foi instituído como o Dia Nacional de Luta contra Queimaduras.

No Acre, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) registra uma média de quatro a seis atendimentos por mês relacionados a queimaduras, ocorrências que, na maioria dos casos, podem ser evitadas.

A enfermeira e coordenadora estadual do Samu, Lúcia Luna, explica que ao atender um pedido de socorro por causa de queimadura, o médico regulador da equipe do Samu faz a primeira triagem, encaminha a ambulância e direciona o paciente para unidade de saúde apropriada, onde a equipe avalia a gravidade das lesões.

Sobrevivente

Aos três meses de vida, o servidor público Alan Silva, 25, teve o lado direito do seu corpo parcialmente queimado, devido a um acidente doméstico. Uma lamparina acesa no quarto teria caído sobre os lençóis da cama em que Alan estava deitado. As chamas se espalharam, provocando queimaduras de primeiro, segundo e terceiro graus em Alan.

Devido à pouca idade, o jovem conta que não lembra de nada, apenas das histórias que a mãe conta a respeito do incidente. “Passei três meses no hospital, depois minha mãe me levou para casa para terminar o tratamento”. Como consequência das lesões, Alan perdeu parte da mobilidade da mão direita, mas isso não o impediu de levar uma vida normal.

“Sofri um pouco de bulling na escola, mas não ligava. Com o apoio da família, soube superar as marcas que ficaram em virtude das queimaduras. Hoje em dia, trabalho e estudo normalmente, e tento conscientizar as crianças sobre o perigo de brincar com fogo”, conta.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Queimaduras, acidentes como o de Alan são a segunda maior causa de morte em crianças de um a quatro anos de idade. Esse público também representa 2/3 das vítimas de queimaduras no Brasil. Anualmente, cerca de um milhão de pessoas sofrem queimaduras no país. 

Tipos de queimadura

Primeiro grau – As queimaduras deste tipo atingem apenas a epiderme, que é a camada mais superficial da pele. O local fica vermelho, um pouco inchado, e é possível que haja um pouco de dor. É considerada queimadura leve, e pede socorro médico apenas quando atinge grande extensão do corpo ou se sejam em bebês e idosos. Este tipo de queimadura melhora, geralmente, em três dias.

Segundo grau – Já não é superficial: epiderme e derme são atingidas. O local fica vermelho, inchado e com bolhas. Há liberação de líquidos e a dor é intensa. Se for um ferimento pequeno, é considerada queimadura leve. Demoram a curar cerca de três semanas e não deixam marca. Nos outros casos, já é de gravidade moderada. É grave quando a queimadura de segundo grau atinge rosto, pescoço, tórax, mãos, pés, virilha e articulações, ou uma área muito extensa do corpo. Demoram mais tempo a regenerar. E podem deixar cicatrizes.

Terceiro grau – Qualquer caso de queimaduras de terceiro grau é grave: elas atingem todas as camadas da pele, podendo chegar aos músculos e ossos. Como os nervos são destruídos, não há dor – mas a vítima pode reclamar de dor devido a outras queimaduras, de primeiro e segundo grau, que tiver. A aparência deste tipo de ferimento é escura (carbonizada) ou esbranquiçada. A cicatrização é muito lenta se os tecidos não forem substituídos por cirurgia.

Medidas Preventivas

  • Mantenha os números de emergência próximos e ensine às crianças como discá-los.
  • Não segure a criança no colo enquanto estiver ingerindo líquido quente ou cozinhando.
  • Mantenha objetos aquecidos, como cigarros e ferro de passar, longe do alcance da criança.
  • Deixar os cabos das panelas voltados para o lado interno do fogão. Não permitir a presença de crianças próximas ao fogão, churrasqueira.
  • Fogo e álcool não combinam. Evite essa associação.
  • Evite aquecer a mamadeira ou os alimentos no forno de microondas, pois o aquecimento não é uniforme.
  • Investigue vazamentos de gás. Feche a válvula do botijão de gás, antes de sair de casa e antes de ir dormir, e mantenha o botijão de gás longe do calor direto e sempre na vertical.
  • Use sempre filtro solar e evite o uso de bronzeadores caseiros.

Em casos de queimaduras

  • Utilize apenas água corrente, no tratamento imediato. Nunca aplique gelo, óleo, pasta de dente, clara de ovo. Esses agentes podem irritar ainda mais os tecidos expostos. Não tente tratar queimaduras de acordo com conselhos de vizinhos, balconistas de farmácia.
  • Nunca considere uma queimadura sem importância. Em casos de dúvida, sempre procure o hospital. Quando mais tardio for o início do tratamento, pior. Queimaduras na face, genitália, mãos e pés são sempre consideradas graves, devendo ser procurado atendimento hospitalar imediatamente.
  • Em queimaduras elétricas, retire o fio da tomada ou desligue a energia geral. Nunca toque na vítima enquanto ela estiver em contato com a eletricidade. Toda vítima de queimadura elétrica deve ser levada ao hospital.
  • Lembrar que a inalação de fumaça pode causar queimaduras nos pulmões e brônquios, mesmo que não haja queimadura externa visível.