ÚLTIMAS NOTÍCIAS >>

Operação Floresta Viva chega ao Juruá para conter os desmates

10-580x370

A Operação Floresta Viva chegou ao Vale do Juruá. O objetivo é conter os desmates ilegais e queimadas. O helicóptero do governo do Estado, o Harpia 1, já está sobrevoando a região em busca de ilícitos e tem o apoio por terra do Batalhão de Policiamento Ambiental de Rio Branco (BPA), dos fiscais locais do Instituto do Meio Ambiente do Acre (Imac) e do 6º Batalhão de Polícia Militar (6º BPM), sediado em Cruzeiro do Sul.

O encontro que deu início à operação ocorreu na manhã desta segunda-feira, 13, no quartel do 6º BPM, com a presença do comandante, major Lázaro Moura, do comandante do BPA, major Carlos Augusto Negreiros, do gerente do Imac local, Igor Neves, e vários agentes ambientais. Cerca de 15 homens estão envolvidos na operação, que se estende por toda esta segunda e terça-feira, 14.

Segundo Neves, as informações são obtidas por meio de imagens de satélite, das operações de fiscalização do Imac e de denúncias de moradores. Em área onde ocorre ilícito, o autor recebe uma notificação e a área é embargada na hora.

As multas dependem das condições em que ocorre o desmate e são crescentes na seguinte ordem: área de conversão geral, área de reserva ou área de preservação permanente.

O comandante do BPA, major Negreiros, conta que a operação Floresta Viva já atuou em Acrelândia, Xapuri, Rio Branco, Sena Madureira, Manuel Urbano e Feijó, com a apreensão de madeira, de tratores e caminhões.

Paralelamente ao trabalho de fiscalização, conta Negreiros, há uma equipe ligada à produção que vem dando suporte ambiental aos pequenos produtores, entre eles orientações para a utilização do solo sem o uso do fogo.