Seminário discute situação das agroindústrias do Acre

seminNa quinta e sexta-feira (19 e 20 de novembro) técnicos, extensionistas, pesquisadores, profissionais da área de alimentos, dirigentes de agroindústrias e produtores rurais participam do Seminário de Agroindústria de Frutas do Acre. O evento será realizado no auditório do Senar e tem o objetivo de identificar os eixos prioritários para a construção do Plano Estadual de Agroindústrias.

“Queremos promover um debate com os diversos elos do segmento agroindustrial, focando aspectos que vão desde a concepção da planta estrutural do estabelecimento, passando pela gestão do negócio, até questões relacionadas à qualidade do produto final oferecido ao consumidor”, afirma Francisco de Assis Silva, analista da Embrapa Acre, um dos responsáveis pela organização do evento.

Atualmente, o Acre conta com cerca de 30 agroindústrias que atuam, principalmente, no processamento de polpa de frutas. De acordo com diagnóstico econômico, gerencial e tecnológico realizado pela Embrapa, em agroindústrias locais, 44% desses empreendimentos são cooperativas localizadas próximas às propriedades dos agricultores e a principal matéria-prima processada é o açaí. Além de apontar o estado da arte do segmento agroindustrial no estado, o levantamento identificou potencialidades e dificuldades do setor. “A carência tecnológica, a baixa escala de produção e comercialização são alguns dos gargalos das agroindústrias acreanas”, destaca Silva.

O diagnóstico e o seminário fazem parte do projeto “Ações de Transferência de Tecnologia para modernização de Agroindústrias Familiares do Acre”, executado pela Embrapa, desde 2011, com o objetivo de fortalecer agroindústrias familiares do estado. Nesse período o projeto também realizou diversas capacitações em Rio Branco e Cruzeiro do Sul, dirigidas a extensionistas e empreendedores do setor, como forma de suprir demandas por conhecimento sobre o setor.

 Seminário

 O evento é resultado da parceria entre a Embrapa, Instituto de Colonização Agrária (Incra), Governo do Estado do Acre, Serviço de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae) e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Segundo Francisco de Assis Silva, a ideia é debater sobre três eixos: legal, tecnológico e estrutural, que engloba logística, aspectos econômicos e de mercado. “Vamos formar grupos de trabalho e esperamos identificar os gargalos que limitam a expansão das agroindústrias, estabelecer prioridades e encaminhamentos para subsidiar a elaboração do Plano Estadual de Agroindústrias”, afirma.

 

Serviço:

Data: 19 e 20 de novembro

Horário: 8 às 17 horas

Local: Auditório do Senar (R. Guiomard Santos, 335, Bosque, Rio Branco, AC)

Inscrições gratuitas no local

Informações: 3212-3200 ou acre.eventos@embrapa.br