Bad boy na Colômbia, Mendoza evita euforia no Timão, mas se diz “atrevido”

8918bb2c60110a5573a7975fb423bdf1723e1eafA boa atuação no clássico contra o Palmeiras fez Stiven Mendoza atrair os olhares da torcida do Corinthians. Desconhecido ao ser contratado do Chennaiyin, da Índia, o atacante ganhou moral com a comissão técnica e agora chamou a atenção da Fiel. Com fama de bad boy na Colômbia, o jogador volta ao país de origem para enfrentar o Once Caldas, nesta quarta-feira, pela Taça Libertadores, com um discurso humilde, mas ambicioso.

– Sou atrevido, jogador rápido, gosto de ir para frente, encarar o marcador. Sempre tenho isso na cabeça, apostar no meu jogo para a equipe. Espero fazer o meu trabalho da melhor maneira – afirmou.

Mendoza ocupou o lugar de Emerson, poupado, diante do maior rival e não decepcionou. Ajudou a marcação pelo lado esquerdo e mostrou desenvoltura no ataque. No segundo tempo, após a expulsão do goleiro Cássio, o Corinthians passou a apostar na velocidade dele nos contra-ataques. Por pouco, não fez um belo gol ao disparar do campo de defesa. Fernando Prass salvou o Palmeiras.

– Estou apenas começando, estou tranquilo, sei o que posso dar. O mais importante é que tenho muita vontade, vou deixar tudo em campo – ressaltou.

As declarações bem distantes de polêmicas desde que foi contratado pelo Corinthians contrastam com o passado de Mendoza. O atacante sempre foi visto como um jogador-problema na Colômbia. Muitos culpam o temperamento difícil por não ter conseguido se firmar em nenhum grande clube do país.

Em março de 2014, por exemplo, quando defendia o Deportivo Cali, foi flagrado assistindo no estádio uma partida do outro clube da cidade, o América, diante do Bogotá. Segundo a imprensa colombiana, o jogador até vestia uma camisa do rival. Ele acabou reconhecido por outros torcedores e gerou uma guerra no clube. Pediu desculpas, mas durou pouco por lá.

Mendoza, aliás, tem a chance de ser titular novamente pelo Timão. Ele pode entrar na vaga do lateral-esquerdo Fábio Santos ou do atacante Guerrero, expulsos no duelo em São Paulo. Tite deve confirmar a escalação no treino desta terça-feira à tarde (noite no Brasil), no estádio Palogrande, palco do confronto.

– É uma motivação muito boa. Colombiano trabalha para ir para o exterior. Poder vir aqui e mostrar meu futebol contra um clube colombiano é muita motivação. Estou esperando que possa jogar, quem sabe iniciar para mostrar meu futebol – ressaltou Mendoza.

Com a vitória por 4 a 0, na arena, o Corinthians pode perder até por 3 a 0 que estará na fase de grupos da Libertadores. Se fizer um gol, obriga o Once Caldas a abrir uma vantagem de cinco. Um novo 4 a 0, agora favorável aos colombianos, leva a decisão para os pênaltis. O vencedor cairá no Grupo 2, ao lado de São Paulo, San Lorenzo, da Argentina, e Danubio, do Uruguai.