Oficial acreano é indicado para capacitar agentes de segurança da ONU

Após o cumprimento da missão das Forças de Paz das Organizações das Nações Unidas (ONU) no Sudão do Sul, país da África distante mais de 11 mil quilômetros do Acre, o coronel da Polícia Militar Marcos da Silva Kinpara recebeu convite do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), para instruir civis e militares que irão operar na Organização.

O CCOPAB é responsável por preparar, conduzir e ministrar cursos para agentes de segurança para missões de Paz da ONU.

O curso será na cidade do Rio de Janeiro, no dia 29 de outubro, e tem duração de um mês, reunindo o mais preparado corpo docente a fim de capacitar aqueles que ainda não têm experiência em operações internacionais.

“A indicação significa muito para mim, pois representar meu Estado nacionalmente é extremamente significante para minha vida profissional. Sinto muito orgulho disso! Espero, através da experiência que tive no Sudão do Sul, poder ajudar aqueles que ainda não operaram fora do Brasil”, frisou o coronel Kinpara,

Trajetória até a ONU

Marcos Kinpara foi o primeiro policial militar acreano a integrar as Forças de Segurança da ONU.

Ele passou por uma rígida seleção nacional e ficou entre os melhores policiais do Brasil. Ao longo do curso, realizou teste de inglês, direção, tiro e informática. Foi aprovado e submetido a uma preparação de quatro meses no Rio de Janeiro, antes de ser enviado para o Sudão do Sul.

O oficial possui nível superior em Letras/Inglês e também é bacharel em Direito e Segurança Pública. Além disso, o militar já participou de cursos de aperfeiçoamento no Japão e nos Estados Unidos.