Brasil e Argentina jogam hoje pelas eliminatórias da copa de 2018

O Brasil e a Argentina se enfrentam hoje (10) no Mineirão, às 21h45, em partida válida pelas eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo de 2018. O confronto marca o retorno da Seleção Brasileira ao palco onde sofreu a maior derrota de sua história, quando foi goleada por 7 a 1 pela Alemanha na semifinal da Copa do Mundo de 2014. O duelo colocará Neymar e Lionel Messi em lados opostos, encontro que ocorrerá pela primeira vez em uma partida oficial por suas seleções.

naom_58242ebb82951

Os dois atletas, que atualmente são colegas no Barcelona, já se enfrentaram em quatros ocasiões. Messi levou a melhor três vezes e a outra disputa terminou empatada. Neymar nunca venceu. Três desses encontros ocorreram em partidas amistosas entre o Brasil e a Argentina. O quarto confronto entre os dois jogadores se deu quando Neymar ainda defendia a camisa do Santos, que acabou goleado por 4 a 0 para o Barcelona na final do Mundial de Clubes de 2011.

Vivendo um bom momento, a Seleção Brasileira entra em campo para fazer a torcida de Belo Horizonte virar a página do 7 a 1 e permitir que Neymar vença Lionel Messi pela primeira vez. Líder nas eliminatórias da América do Sul, o Brasil vem de quatro vitórias consecutivas. A boa fase coincide com a chegada de Tite ao comando técnico, que soma 100% de aproveitamento.

A Argentina não vence há três jogos e somou apenas 2 pontos nos últimos 9 disputados. A queda de rendimento a levou à sexta colocação. Apenas os quatro primeiros asseguram sua classificação para a Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia. O quinto lugar precisará superar uma seleção da Oceania, em uma partida de repescagem.

Apesar do momento negativo do adversário, o microempreendedor João Victor Pacheco, de 18 anos, não está muito confiante e aposta na vitória argentina. Com ingresso na mão, ele defende que o 7 a 1 não influencia essa partida e que ele só será superado em uma revanche contra os algozes. “O Brasil tem que se recompor não é em um confronto com a Argentina, e sim com a Alemanha”, diz.  João Victor lembra que, no dia da goleada, ele só não estava no Mineirão porque não conseguiu ingresso.

Também com presença garantida no estádio, o jogador de futebol Bruno Lavandoski, de 20 anos, pensa diferente. “Creio que o fator emocional terá grande influencia na partida. Apesar de ser uma nova geração, carregam um grande peso do 7 a 1, mas acho que temos jogadores de muito potencial para virar essa página”, diz. Ele torce para ver um grande duelo e uma boa exibição tanto de Messi quanto de Neymar, mas com superioridade do brasileiro.

Conforme sinalizado pelo técnico Tite, o provável time titular do Brasil terá Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto e Phillipe Coutinho; Neymar e Gabriel Jesus. Da equipe que começa a partida, apenas Marcelo, Fernandinho e Paulinho estiveram em campo no histórico jogo contra a Alemanha. Por sua vez, os argentinos deverão ter em campo Sergio Romero; Pablo Zabaleta, Nicolás Otamendi, Ramiro Funes Mori e Emanuel Mas; Javier Mascherano, Enzo Perez, Lucas Biglia e Angel Di María; Messi e Gonzalo Higuaín. O técnico de Argentina é Edgardo Bauza. Com informações da Agência Brasil.