Coluna Bom Dia

Pesquisa

A pesquisa do IBOPE registrou alguns fatos surpreendentes que, se confirmados nas urnas, marcarão uma reviravolta de 180 graus na política acreana. Não só previu a Vitória de Gladson Cameli, com possibilidade de acontecer já no primeiro turno, como detectou uma mudança significativa do quadro para o Senado.

Senado

A pesquisa registrou uma queda de 8 pontos percentuais de Jorge Viana na disputa para o Senado, o colocando numericamente em terceiro lugar, ainda aqui em empate técnico com Marcio Bittar, que assumiu o segundo posto. Pela pesquisa, Sérgio Petecão estaria virtualmente eleito, com 52% dos votos.

Como explicar?

A possível queda de Jorge Viana na pesquisa tem várias e ao mesmo tempo nenhuma explicação plausível. Pode ser fruto da virada para a direita que se observa entre os eleitores do Acre, da estratégia bem montada de seu adversário, Marcio Bittar de colar no popular candidato Bolsonaro e no desgaste sofrido pelo PT e pela esquerda no estado, nos últimos tempos

Prestígio

Ainda assim, Jorge Viana tem prestígio pessoal e uma folha de serviços prestados ao Acre que pesa muito na hora do voto, se contar que nunca, dede que foi eleito a primeira vez, perdeu uma eleição. Jorge tem sido vítima, também, de várias Intrigas dentro de sua própria Coligação.

Presente

Seja como for, pesquisa não foi um bom presente para o senador, que comemorou aniversário ontem. Vai fazê-lo redobrar o ritmo de campanha, que já é intenso. A coluna deseja felicidades ao senador pelo aniversário.

Gladson

Gladson Cameli prova que é um candidato leve e que a coordenação de sua campanha acertou o tom, livrando o político de temas mais áridos e de confrontos mais incisivos. A direção da campanha acerta também em usar a memória afetiva de seu tio, Orleir Cameli, tão combatido quando deixou governo, mas hoje elevado a categoria de mito na rede e visionário na política.

Tom

É certo que, na reta final, a Frente Popular terá que mudar o tom da campanha. Em primeiro lugar, colar alguns cacos que estão ficando pelo caminho, que trincam uma unidade duramente conquistada. Na verdade, a campanha está apanhando principalmente nas redes sociais, para as quais Não se preparou com a devida antecedência e com a qualidade que sempre teve nesse aspecto.

Favas

O Acre é um estado muito peculiar e nenhum candidato pode dar a eleição como favas contadas, só por causa do resultado preliminar de pesquisas. A história política acreana mostra que a eleição só se decide na véspera ou na boca de urna. Portanto moderação ainda é muito recomendada.

Esforço

Alguns observadores já notaram, ainda ontem à noite, quando essa coluna estava sendo fechada, uma intensa mobilização nas hostes da frente popular. A esquerda Vai jogar com todas as suas armas e com toda a sua força para mudar os números. Ainda é uma força significativa e pode mobilizar bem a opinião pública.

Exemplo

Um exemplo desse poder de mobilização foi o bandeiraço ontem à noite na capital e a bicicleata em Feijó. Marcus Alexandre não está morto e, ao contrário, está disposto a trabalhar até o último momento.

Estrutura

É bem verdade que pela primeira vez a oposição está bem montada, como uma estrutura orgânica, conseguiu uma Rara unidade, venceu os problemas que ameaçavam a divisão e luta por cargos internos, mobilizou as lideranças possíveis e está fazendo uma campanha com vento a favor. Seus comandantes sabem que a vitória é agora ou nunca

Acesso

Ao contrário de outros estados, está sendo muito difícil o acesso da Imprensa à íntegra das pesquisas divulgadas, especialmente nos cruzamentos e na análise das inúmeras variáveis. Em outros estados esses dados são disponibilizados com mais facilidade. Coisas do Acre.

Votos

O TSE deve decidir no começo da semana a liberação de votos de eleitores que não fizeram o recadastramento no TRE e não registraram suas digitais para votar. Há uma tendência do TSE liberar, excepcionalmente nesta eleição, esses votos, em nome da Cidadania

Boataria

Muito triste ver a boataria comendo solta nas redes sociais por conta das eleições. A coluna e A TRIBUNA preferem se valer das posições oficiais e não entraram nesse vale tudo, em que ninguém sabe o que é verdade e o que é armação.

 Presença

Toda eleição tem seus malucos de estimação. No Acre, durante o bandeiraço da frente popular chamou atenção o Zé do Boi, foi reconhecido e saudado pelo povo. O país anda tão maluco que só falta mesmo a eleição do Zé do boi.

Rejeição

A coluna não entende porque a rejeição mais alta na pesquisa do IBOPE ficou com a simpática candidata da Rede, Janaína Furtado. É uma coisa meio incompreensível descobrir a razão dos eleitores

Fábrica

O governo do estado recebeu ontem uma boa notícia. A Prefeitura de Xapuri está tomando as últimas providências para a reativação da fábrica de camisinhas naquele município. São pelo menos 800 famílias beneficiadas com essa reativação

Caixa

Os candidatos mais espertos estão fazendo o caixa para a última semana de campanha, quando jogarão todo o peso nas ruas e vão aproveitar que os adversários menos experientes já gastaram sua munição. Por isso, a disputa dos cargos proporcionais ainda deve oferecer muitas surpresas.

Lá e cá

O Acre é um dos poucos, se não o único, onde a esquerda apresentou dois candidatos muito competitivos para o Senado. Em outros estados, especialmente onde PT, com certeza, deve eleger um senador, como São Paulo, Minas Gerais e Bahia o partido optou por apenas um nome forte para concentrar os votos. Talvez as confusões que estão acontecendo aqui no estado sejam devido a essa situação, que gera naturalmente instabilidade interna

Mulheres

Acontece sábado pela manhã, na Praça da Revolução o evento intitulado Primavera das mulheres, a caminhada das Flores, lançamento do comitê acreano de apoio as candidaturas de Haddad e Manuela. As mulheres da frente popular devem realizar a manifestação.

Presença

Presença confirmada neste evento da vice-governadora e candidata a suplente de Senador Nazareth Araújo. A ideia é fazer um ato político e feminista.

Poste

Ontem, nas redes sociais, a Piada pronta era sobre a força da fé do candidato cabo Daciolo, que faz sua campanha isolado em Orações em um monte no estado do Rio de Janeiro. Depois que o candidato divulgou um vídeo tem que disse que, se eleito, vai derrubar todas as estátuas da Liberdade que ficam em frente às lojas Havan, ontem uma tempestade derrubou a tocha de uma dessas estátuas na cidade de Umuarama. Os internautas atribuíram o fato à reza brava de Daciolo

Boatos I

A central de boatos está instalada no Acre e pelo jeito não deixa de funcionar antes do primeiro turno.

Boatos II

Ontem estouraram fake News de prisões, novas apreensões e até mesmo de busca e apreensão da polícia federal na casa de políticos.

Maldade

Em um dos boatos chegaram a afirmar que um deputado tinha sido preso. Disseram que um outro deputado tinha sido preso com um milhão de reais em casa. Pura maldade para atrapalhar a campanha de reeleição de ambos.

Oportunidade

O que vem ocorrendo nada mais é que oportunismo da turma da maldade que aproveita da grave situação dos envolvidos na operação Hefesto que estão presos para incluir pessoas que nada tem a ver com o caso na situação.

Trabalho

Com isso, assessorias de candidatos proporcionais e alguns majoritários tem trabalhado dobrado para desmentir boatos e apagar fogo amigo.

Contrapartida

Mas há que se dizer, porém, que muito das fake News espalhadas tem como origem aliados dos envolvidos. Nem parece que fazem parte da mesma aliança política.

Presente

Senador Jorge Viana completou 58 anos ontem. Comemorou a data em campanha. Bem cedo saiu para sua habitual corrida matinal e foi surpreendido com um café da turma da corrida pés no asfalto no parque do Tucumã.

Ataques

Por falar em Jorge Viana, ele tem evitado entrar em conflito ou debates sobre as acusações levianas que vem sendo feitas contra ele. Se restringe a dizer que sua prioridade é a campanha à reeleição.

Hastag

Mas amigos próximos ao Senador reconhecem que ele ficou magoado com uma hastag criada por petistas com ataques pessoais a ele e ao irmão, governador Tião Viana.

Solidariedade

E Viana, acreditem, vem recebendo solidariedade de muita gente da oposição. E até de pessoas que tradicionalmente não votam nele, diante de tamanha agressividade.

Estilo

Quem conhece o estilo de Jorge Viana fazer política sabe que ele é extremamente criterioso com amigos, adversários e até inimigos. E sempre manteve a Ética como base dos seus procedimentos seja em público ou nos bastidores.

Doideira

Diante de tanta confusão, tanto fogo amigo e solidariedade inesperadas, quem entende os bastidores da política acreana?

Máxima

Nessas horas Vale lembrar duas máximas do guru Zé Leite: ninguém vem para o Acre impunemente e tem coisas que só acontecem no Acre.