Coluna Bom Dia

Livrou

 

O Senado livrou a cara do Aécio Neves e, por 44 votos (ele precisava de 41) vai retomar o mandato e não sofrerá nenhuma punição. Ainda bem que nenhum senador acreano votou na sessão.

 

 

Bancadas

 

E tivessem votado, os votos não causariam dúvidas. No PT, todos os votos foram pela punição de Aécio, o que Jorge Viana anunciou que seguiria. No PP, o único voto contra Aécio foi o da senadora gaúcha, Ana Amélia. Gladson falou que votaria contra Aécio. No PSD, o partido fechou questão e votou a favor de Aécio, o que seria também o voto de Petecão.

 

 

Contra

 

Nos estados limítrofes, no Amazonas, a senadora Vanessa Grazziotin não votou e os demais foram a favor do senador mineiro. Em Rondônia só Acyr Gurgacz votou contra Aécio.

 

 

Não fez falta

 

Na verdade, os votos acreanos não fizeram falta a Aécio, que teve 44 votos e só precisava de 41. Foram 26 contrários. E o Senado passou mais essa vergonha.

 

 

Desmatamento

 

O Acre tem pelo menos o dobro do índice de queda de desmatamento na Amazônia do que o total da região, segundo dados oficiais do governo federal. Fruto do trabalho sério do Governo do Estado que há tempos vem se dedicando a buscar uma economia livre de carbono. É um dado para comemorar.

 

 

Idiotas

 

E tem idiotas querendo promover o desmatamento do Acre, o que só pode ser entendido como má-fé ou desculpa para favorecer pessoas interessadas no desastre do futuro. Não se entende uma posição dessas.

 

 

Renca

 

O governo federal quer aparecer ao dizer que preservou a Renca, que ele próprio quis extinguir. Ou seja, primeiro anuncia a destruição e, quando a sociedade se mobiliza, a opinião pública protesta, quer sair por cima anulando a decisão. Coisa de louco.

 

 

Amazônia

 

A posição do Acre, com o dobro da queda de desmatamento em relação ao resto da Amazônia, acaba fortalecendo a posição do Acre no grupo de estados e países que buscam a economia verde e a redução de carbono, que fez reunião este ano na Indonésia.

 

 

Outdoor

 

Não é normal, não é aceitável que a direita acreana faça um outdoor em homenagem a um torturador, a um ser desprezível que nem merece ter o nome citado na coluna. São pessoas tão doentes quanto ele. Pena ver jovens que não viveram a ditadura entre eles.

 

 

Diferença

 

A diferença é que eles podem protestar como quiserem agora em plena democracia. Na época do torturador, qualquer dissidência custava a vida. Não é possível dialogar com pessoas assim, só combater e muito. Radicais idiotas, que serão varridos para o lixo da história.

 

 

Democracia

 

Que partido vai abrir as portas para essa gente? É suicídio certo. Terão seus cinco minutos de fama, podem ter votos de outros idiotas, mas nunca passarão disso, de lixo. Sem respeito pelas pessoas.

 

 

Triste

 

Vivemos tempos difíceis. Os bandidos estão no poder, um corrupto se livra da Justiça, como Aécio, outro deve se livrar pela segunda vez, como Temer, a direita põe as asinhas de fora, querendo roubar mais. O ministro da Agricultura comemora um decreto que facilita o trabalho escravo. E tem gente que bate palmas.

 

 

Engraçado

 

Engraçado como a oposição agora entende de Segurança Pública. O deputado Gehlen, então, é especialista. Deveria ser contratado pelo Governo do Amazonas ou do Mato Grosso para dar consultoria, já que são governadores simpáticos a seu partido. Vá dar pitaco onde a situação é mais grave e comandada por sua força política. Como se a criminalidade tivesse bandeira partidária.

 

 

Ministério Público

 

O Ministério Público do Acre foi considerado o melhor do país no combate à criminalidade, em encontro realizado em Manaus, este mês. Em um ano, denunciou, cumprindo seu papel, mais de 600 bandidos de facções no Acre. O número impressiona e dá ideia de como está espalhada a criminalidade no Estado.

 

 

Operação

 

Só em uma operação, mais de 299 foram denunciados. Está de parabéns o Procurador Geral de Justiça Oswaldo d’Albuquerque por sua gestão e pela ênfase do MP.

 

 

Ferramenta

 

O MP acreano tem uma ferramenta chamada Retina, que é um banco de dados que trabalha a questão de integrantes de organizações criminosas. Já é modelo para todo o país e começa a ser compartilhada com outros Ministérios Públicos.

 

 

Integração

 

Enquanto a oposição grita, o MP destaca a integração existente com o governo e as forças de Segurança e ainda com o Judiciário. É assim que se combate o crime.

 

 

Esforço

 

Os oposicionistas do Estado fariam bem se ligassem para os governadores de seus partidos, para as autoridades federais com quem se identificam para insistir na presença no Acre dia 27. Ajudaria muito um encontro suprapartidário para discutir a violência.

 

 

Será?

 

Será que se Gladson Cameli ganhar o governo do Acre a criminalidade vai diminuir no outro dia, ou será culpa da herança do PT? Não é o governo a causa da violência, é preciso entender bem. O fenômeno é muito mais complexo do que conveniências políticas.

 

 

Rio Acre

 

Boletim da Defesa Civil Estadual, divulgado no final da manhã de ontem, aponta que o Rio Acre permanece abaixo de dois metros em Rio Branco. Mesmo problema também é vivido no interior do estado.

 

 

Seca histórica

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, nessa terça-feira (17), na Capital, o rio atingiu 1,63 metro, sendo a menor cota registrada para a data, nos últimos 12 anos. Em 2016, na mesma data, a medição, em Rio Branco, era de 1,93 metro.

 

 

Interior

 

Vítima do mesmo problema é o município de Brasileia, onde a estiagem também castiga seus moradores. Ontem, lá, a medição apontou 1,07 metro. Em Xapuri, a situação também é crítica.

 

 

Patativa

 

Apesar das últimas tempestades que caíram em boa parte do território acreano, a situação da falta d’água ainda é crítica. Momento que faz lembrar o imortal Patativa do Assaré, quando afirmou que “seca sem chuva é ruim, mas seca d’água é pior!”

 

 

Esforço

 

De ressaltar o esforço do Executivo estadual, que conseguiu a efetivação do reconhecimento da União de situação de emergência nos municípios de Rio Branco, Brasileia e Porto Acre. Sem esquecer do total apoio aos moradores do Bujari, que passam pelo mesmo sofrimento.

 

 

Reforma

 

A Reforma Eleitoral, aprovada no Congresso e sancionada há pouco pelo presidente Temer, traz mudanças importantes nas campanhas realizadas nos meios de comunicação.

 

 

Preocupante

 

De ressaltar a liberação parcial de propaganda paga na internet. Tema que levanta reflexões de especialistas na área de Tecnologia e Comunicação e que preocupa os usuários das redes sociais.

 

 

Nem tanto

 

Segundo a reforma, é vedada a veiculação de qualquer propaganda paga na internet, excetuado o impulsionamento de conteúdo. Ou seja: nem tanto.

 

 

Hora

 

E a hora de se trabalhar a internet na campanha é agora. De levantar a audiência, de medir as consequências do trabalho nas redes, de verificar a audiência e o efeito das mensagens, de se impulsionar os comentários. Há ferramentas especializadas e tecnologia para tanto. Eleição não se resolve mais com sola de sapato e cuspe.

 

 

Investimento

 

É preciso que os candidatos, especialmente os majoritários, invistam em tecnologia para a campanha. Deixar para o ano que vem, para quando a campanha começar, pode ser muito tarde.

 

 

Conscientização

 

A Polícia Rodoviária Federal realizou a Operação Dia das Crianças nos feriados e o resultado foi muito bom. Os motoristas estão mais conscientes e o resultado dos acidentes e testes de bafômetro ficaram abaixo da média histórica.

 

 

Bambu

 

O Acre é a terra do bambu e, a partir do dia 22, a Ufac vai sediar um seminário internacional sobre o tema. O bambu pode ser mais resistente à tração que o aço e pode ser um valioso instrumento na Construção Civil, entre outros usos. Vale prestar atenção.

 

 

Em paz

 

O casal Vieira, Toinha e Zé de Sena Madureira, vai apoiar a Frente Popular sem qualquer problema em seu município. Não sofrerão nenhuma punição. Até porque foram abandonados na eleição de prefeito e o PSDB sabe disso. Não estarão sozinhos na legenda.

 

 

PROS

 

O bom médico Carlos Beirute vai pegar um rabo de foguete para reorganizar o PROS na oposição. E vai sair candidato puxando quase sozinho a legenda. Não costuma dar certo. A esperar.

 

 

Quero ler

 

O Governo do Estado vai levar seu programa de alfabetização às aldeias indígenas. É mais uma ação meritória. Tirar da cegueira do analfabetismo é o caminho para a cidadania.