Amazônia registrou mais 50% dos trabalho escravo entre 2003 e 2015

Relatório do escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc), aponta que, em 2014, 53% das vítimas foram traficadas para fins de exploração sexual, como a prostituição, seguido do tráfico de pessoas para trabalho escravo.



Tribunal aprova escolha dos nomes dos Fóruns de Porto Acre e Rodrigues Alves
Ibama realiza audiências públicas sobre à elevação do nível d’água da hidrelétrica de Santo Antônio (RO)
CAPA DO DIA

LEIA O JORNAL